Curitiba é cidade natal de muitos grupos musicais que têm aquele algo a mais para oferecer. Seja pela produção ou pelo som ousado, há diversas bandas curitibanas que merecem a atenção do público. No ano passado o Curitiba Cult fez uma lista com 10 bandas curitibanas para conhecer, porém, já que a cena musical curitibana é grande demais para uma lista só, resolvemos fazer outra. Confira outras 10 bandas curitibanas para conhecer:

1. FAUNO

Fundada em 2012, a banda de rock alternativo Fauno lançou seu primeiro EP “Corona” em 2014. Logo no início da carreira, conseguiu mostrar uma forte personalidade nas músicas. “Corona”, por exemplo, significa a luz que não se apaga. As canções passam uma mensagem de autorreconhecimento e entrega total. O compacto “Polaroid” (2015) e o EP acústico de Corona são outros trabalhos da banda. Para 2016, já está se preparando para lançar um novo projeto chamado “Volcano”. A gente já viu uma apresentação deles. Saiba mais aqui.

2. The Shorts

Provavelmente a banda The Shorts foi uma das melhores surpresas para a cena musical curitibana em 2015. O grupo surgiu no ano passado e, apesar do pouco tempo de existência, já impressionou com o EP Serendipity. O EP tem quatro músicas com influências do rock alternativo e post-punk. O instrumental marcante e a voz hipnotizante da vocalista Natasha Durski lembram o estilo da banda britânica Savages.

3. Dunas

Criada em 2011, a banda Dunas é composta por Guilherme Nunes, Francisco Bley, Gabriel França e Lorenzo Molossi. O primeiro EP “Dunas” foi lançado em 2013 e tinha um estilo pop rock, mas não era o que eles queriam realmente. Dessa forma, a banda começou a trabalhar com a música experimental. O resultado dessa mudança foi o EP Boas-Vindas (2014), e assim Dunas encontrou sua verdadeira identidade. Os álbuns Ad Astra e 45 minutos, ambos lançados em 2015, seguem o mesmo caminho que Boas-Vindas, usando o instrumental e o improviso para criar um trabalho espontâneo e autêntico.

4. Veenstra

O Veenstra começou como um projeto solo de Lorenzo Molossi, que também usa o pseudônimo François Veenstra e é baterista da banda Dunas. Entre maio de 2012 e novembro de 2013 o músico produziu três álbuns sozinho. É preciso escutar a trilogia “Journey To The Sea”, “Six Months of Death” e “ People & The Woods” para entender o quanto esse feito é brilhante. Além da rica sonoridade, a narrativa da trilogia é baseada em sonhos que Lorenzo teve e quis refleti-los em sua música. Para o próximo disco, que será lançado no dia 17 de março, a banda conta com mais cinco membros. Veenstra consegue puxar o ouvinte para dentro de seus sonhos instantaneamente. E que fique avisado: não será fácil de sair de lá.

5. Jazz Cigano Quinteto

O grupo Jazz Cigano Quinteto foi fundado em 2008 e é uma grande referência do jazz manouche (cigano) no país. A banda, além de já ter um disco lançado e trabalhar em composições, também faz releituras de outras músicas sem abandonar o estilo do jazz cigano. Os atuais membros da banda são John Theo, Lucas Miranda, Vinícius Araújo, Wagner Bennert e Mateus Azevedo.

6. Cefa

Cefa é uma banda de rock alternativo e existe desde 2009. Seu primeiro EP, intitulado “Os Dias Que Antecedem As Rosas”, foi lançado em 2012. Em 2015, o grupo apresentou o álbum “O Fantástico Azul Ao Longe”. As letras das músicas passam uma sensação de desamparo e impotência diante do tempo que não poupa ninguém. Porém, há também uma mensagem de esperança. A formação atual da banda é Caio Weber, Victor Farias, Carlos Slu, Israel Cantido e Lucas Smuk. Inclusive já fizemos uma entrevista exclusiva com o vocalista, Caio, e você pode conferir aqui.

7. Farol Cego

Farol Cego é uma banda de indie rock formada pelos integrantes Leonardo Guimiero, Thomas Berti, Felippe Mileke e Henrique Neves. Até agora, a banda lançou um single, o EP Zênite (2014) e Dói // Cai, uma música produzida para a primeira coletânea do Coletivo Atlas. O estilo das músicas é um equilíbrio entre rock alternativo, post-rock e psicodelismo.

8. Trem Fantasma

Fundada em 2008, lançou o primeiro EP “Oliver no Planeta do Sol” em 2010, apresentando músicas do gênero rock psicodélico. Além do EP, Trem Fantasma também tem os singles Casmurro, Júlia e Nunca Se Sabe, sendo que o clipe desse último já alcançou mais de 50.000 views no YouTube. De acordo com a página do Facebook da banda, a gravação do novo disco já foi finalizada e ele será lançado em março.

9. Caneco de Madeira

Pertinho de Curitiba, a banda de rock Caneco de Madeira foi criada em 2010 em Araucária. O primeiro EP da banda “Vizinho” foi lançado em 2015. “Vizinho” é o resultado das experiências que a banda teve em cinco anos de existência e também das influências de cada um dos integrantes da banda. Lá na matéria com a Fauno também tem um pouco mais sobre eles!

10. Monreal

A banda de rock Monreal foi criada em 2012, fruto da ideia do quarteto de amigos Gabriel Silva, Gilberto Filho, Marcelo Leodoro e Vinicius Barboza, que tinham vontade de formar uma banda juntos. Monreal já tem dois álbuns lançados: o autointitulado Monreal (2014) e Um Por Todos (2015).

Foto de destaque: Gosmma/Curitiba Cult