De uns anos pra cá a popularização dos flash days se tornou uma coisa quase epidêmica! Aqui em Curitiba mesmo não se passa uma semana sem que um evento do gênero aconteça, às vezes mais de um no mesmo dia. Acho isso ótimo, pois muitas vezes tatuadores que têm a agenda apertada disponibilizam trabalhos únicos, por um preço bem bacana. A grande vantagem do alto número de flashes na cidade é que tem tattoo de tudo quanto é cor, sabor e estilo, pra todos os gostos e bolsos.

BUT, uma coisa que sempre me intrigou foi, “Por que raios esse nome, flash?”, e como eu não durmo com dúvida, fui pesquisar. De acordo com o site Alchemy Tattoo, uma das principais teorias é a de que, como originalmente a maioria dos estúdios era clandestina e se localizava nos fundos de barbearias e bares, os tatuadores deixavam tudo pronto e à mão caso a polícia resolvesse aparecer de surpresa e eles precisassem fugir. As folhas presas às paredes eram retiradas facilmente e não estragavam os desenhos dos tatuadores.

Outro dos motivos pelos quais a palavra flash – no sentido de ação, agilidade – é usada é porque, em meados da década de 30, os tatuadores deixavam os desenhos mais populares prontos, para não precisar refazer uma dançarina de Hula cada vez que um grupo de marinheiros bêbados chegava no estúdio. Pequenos detalhes e alterações eram feitos diretamente na pele.

Flash americano da década de 40. (Autor desconhecido).

Não sei se essas teorias são realmente verdadeiras, mas são uma curiosidade interessante para nós, entusiastas do tema. E falando em flash day, aproveito para deixar listados os flashes que já estão agendados para o mês que vem. Dia 10 de outubro, o Brotherhood Custom Tattoo vai estar com nove tatuadores zica do pântano, todos os trabalhos vão de R$ 200 a R$ 250. O evento começa às 10 h, cada tatuador irá disponibilizar cinco desenhos e o atendimento será feito por ordem de chegada.

No dia 23 e 24, vai acontecer o Flash Day das Bruxas, com algumas artistas do Luna Negra e convidadas. Além das tatuagens, o evento vai contar com body piercing, exposição de material artístico independente, feira de zines, comida vegana, discotecagem e um workshop coletivo para tatuadoras sobre técnicas de tatuagem e biossegurança.

Também nos dias 23 e 24 de outubro rola o 1º Calavera Tattoo Flash Weekend. Serão dois dias de tatuagem com artistas do Máfia Clan Tattoo. Parte da renda obtida será destinada a instituições de caridade. Flashes a partir de R$ 150.

Au revoir.