No Paço da Liberdade, um show e 56 lugares disputados na plateia (houve até quem pediu edição extra, dada a disponibilidade restrita do local). A construção foi sede da prefeitura de Curitiba e inaugurada em 1916, tendo detalhes neoclássicos e desenhos art-nouveau, feita de alvenaria de tijolos com base em blocos de concreto e cantaria. Sentiu a pompa, né?

Quebre a ideia cerimonial e saiba como foi a apresentação do cara apresentado como um anjo com lábios de cowboy que ali aconteceu. Thiago Pethit esteve na capital no dia 29 de abril e esquentou o salão nobre em que estávamos.

ana-19

Baby, what’s up with you

Entrando pela porta dos fundos, o cantor, vestido como um moço arrumado num fim de noite, entrou fazendo um convite a todos, sentadinhos: “Vem chupar meu rock ‘n’ roll”. Disse que quem quisesse podia levantar, não tinha problema (o que todo mundo aceitou sem nem pensar). Aí começou Romeo, uma das faixas principais do último álbum, o Rock ‘n’ Roll Sugar Darling. “Você foi o mais perto que eu cheguei de morrer, e, se for pra morrer, eu vou, eu vou, eu vou”. Já não tinha um que não estivesse dançando.

As músicas de outras fases da carreira não ficaram de fora. O coração ia mudando a cada lua, “mas de repente estranho a minha falta de ar”. Havia pessoas pulando, se contorcendo, dançando, gritando. “Voodoo“. O inferno era ali. Cuidado mizifi. “Eu vendi minha alma pra saber que o diabo sou eu“.

rsz_ana-26

Nesta altura, já estavam todos em clima de festa de rock ‘n’ roll em um boteco qualquer. Pethit subia na cadeira, dava voz para outros, chamava pra dançar. Ninguém mais se lembrava do frio que fazia na parte de fora, já havia jaquetas no chão. Como começou com certo atraso, o show foi mais curto que o esperado. Antes de ir embora, “the last kiss“.

Esperando o táxi, sentindo o vento gelado no rosto, pensei no que havia sido aquela noite que me trouxe tantas lembranças embaladas pelo cantor. Doeu um pouco, e o show dele brinca com isso. Tem melancolia em festa. O menino de cabelo comprido beijado por ele durante o show deve estar sem entender muita coisa até agora também. Coisas da vida.

Fotos: Ana Guimarães/Curitiba Cult