Foi desenvolvida no Laboratório de Microbiologia Molecular da UFPR Litoral, duas maneiras diferentes de testarem o COVID-19, que acabaria barateando o fator que mais pesa no custo nos testes imunológicos. Essa alternativa confirma a presença do vírus no organismo por meio dos anticorpos que o corpo produz ao reagir ao microrganismo (que acontece dentro de uma semana).

Esse teste é feito de forma rápida, dentro de 15 minutos, em que o custo seria em torno de R$ 10. Existe ainda outra alternativa, de um teste imunológico tradicional, que custaria R$ 5. Essa nova tecnologia detecta o vírus por meio de uma gota de sangue. 

Fotos: Divulgação/Secom-UFPR

O grande objetivo desta nova descoberta é encontrar empresas parceiras que queiram colocar no mercado este novo teste. Segundo o o professor Luciano Fernandes Huergos, que coordena o laboratório, “A parceria com empresa permitiria que os kits chegassem a um número maior de pessoas, já que os testes são necessários para o enfrentamento da pandemia no Brasil. A universidade não tem capacidade de produzir kits em larga escala, comercializá-los e nem registrá-los nos órgãos sanitários, porque apenas empresas podem fazer isso”.

Luciano Huergo e o bolsista de iniciação científica Marcelo Conzentino no Laboratório de Microbiologia Molecular da UFPR Litoral.

Nesse novo método, a parte líquida do sangue é separada e depois incubada com os antígenos de produção nacional. Mais à frente é exposta a um líquido revelador que aponta a presença de anticorpos por meio da mudança de cor. O resultado do teste fica disponível em 15 minutos. 

Atualmente um kit do tipo é vendido por R$ 90 pelos fabricantes aos laboratórios. Com uma parceria e a produção do laboratório, chegaria às pessoas de forma mais acessível. Huergo ainda afirma que os testes baratos e que podem ser feitos em grande escala são importantes para o controle da pandemia, porque permitem conhecer o tamanho do problema que o país está enfrentando. “Estamos falando em testar milhões de pessoas, então o preço é muito relevante”, completa.