O Museu Oscar Niemeyer tem buscado alternativas de deixar o público em casa e ainda estar estar conectado com arte de alguma forma. O projeto “Arte para maiores” cresceu. Antes eram 290 inscritos e agora são 330 participantes.

O programa destinado a um público mais idoso, com mais de 60 anos, continuam com suas inscrições abertas. Os adeptos são da grande maioria residentes de Curitiba, como Vanderlei Longo de 68 anos, que aproveitou para ingressar na atividade assim que ficou sabendo de sua versão virtual. “Muitos têm dificuldades de deslocamento, o que faz com que as atividades virtuais ganhem um novo público”, completa.

Mas o MON também conquistou seu público fora do país. É o caso do argentino Pedro Julio Roca, 67 anos, que vive na cidade de Los Cardales, província de Buenos Aires. Ele já visitou o MON presencialmente e acompanha toda a programação a distância. “O Arte para Maiores reviveu meu amor pelas atividades artísticas que despertaram nesta quarentena. Estou muito satisfeito com o novo desejo de fazer arte, para o qual o programa me convida”, completa Pedro. 

A versão que antes era presencial (e voltará a ser com o fim da pandemia) tem conseguido seu espaço por meio do público destinado. O Museu Oscar Niemeyer está temporariamente fechado para o público e somente os seus programas virtuais e visitas on-lines estão acontecendo.

Se você se interessou no projeto ou conheça alguém que se encaixe, acesse o site do museu para saber mais informações ou mande um e-mail para [email protected]