Na próxima sexta-feira (20), é comemorado o Dia da Consciência Negra. O dia é marcado pela morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, que aconteceu em 20 de novembro de 1695. A data não só simboliza a luta dos negros contra a escravidão, mas sim contra todas as formas de discriminação. Foi pensando nisso que a capital paranaense terá uma semana especial para celebrar a cultura do povo negro, a igualdade racial e discutir ações de combate ao racismo e ao preconceito. Eventos acontecerão entre 16 a 22 de novembro.

O evento, promovido pela Assessoria de Direitos Humanos – Promoção da Igualdade Étnico-Racial, terá exposições, ações culturais, seminário, feira de afroempreendedorismo e celebração religiosa, tudo para trazer a pauta da importância da cultura do povo negro.

Alguns eventos funcionarão em formato on-line e outros seguirão em formato presencial seguindo parte as normas da saúde de distanciamento social, sem aglomerações, uso de máscara e disponibilização de álcool gel para o público.

Programação:

  • Exposição de fotos Capoeira, na Rua da Cidadania da Matriz; a mostra pode ser vista das 9h às 17h, até o dia 29 de novembro.
  • No Coreto Digital do Passeio Público será feita a apresentação do livro “Presença Negra em Curitiba”. As imagens do livro serão exibidas de hora em hora, das 9h às 17h. A exibição vai até 21 de novembro.
  • Nos dias 19 e 20 de novembro será feito o I Seminário Curitiba Consciente – Políticas Públicas de Enfrentamento ao Racismo e Ações Afirmativas, em formato digital, das 9h às 11h.
  • Feira de Afroempreendedores, no dia 22 de novembro, das 14h às 18h. A feira será transmitida virtualmente e contará com apresentações culturais e shows com artistas.

Para conferir toda a programação, acesse a página do Instituto Afro Brasil.