Quando me perguntam se eu indicaria a cozinha como profissão, fico um tanto quanto dividido. Tento mostrar pra todos um pouco dos dois lados da história, e isso me levou a fazer uma listinha sobre o que acontece se você trabalha numa cozinha:

  1. Você trabalhará exaustivamente, num calor intenso, sob pressão e sem poder reclamar.
  2. Se você é mulher, suas unhas nunca estarão feitas, você não usará maquiagem e quando tiver a oportunidade estará tão cansada que não resistirá a sua cama.
  3. Você aprende, apenas na prática, as melhores técnicas, os melhores cortes, as melhores receitas. Você sai de uma cozinha com muito mais experiência do que quando entrou.
  4. Sua vida social será um desespero e seus melhores amigos serão seus colegas de trabalho.
  5. Você sempre correrá o risco de se machucar. Mas para isso existem todos os equipamentos de segurança necessário. Seus pés também se cansarão.
  6. Alguns feriados, e principalmente os domingos terão de ser deixados para trás. Onde mais as outras pessoas irão comer? Alguém tem que fazer seus jantares de Natal ou almoços de Ano Novo.
  7. Você sempre estará cheirando a alguma comida ou gordura, acostume-se.
  8. Se você trabalha em uma confeitaria, você será perseguido por abelhas na rua, e o ar ao seu redor será sempre doce.
  9. Você provavelmente descobrirá que seus limites são facilmente quebrados, e aquelas 14 horas exaustivas de trabalho em pé que você nunca pensou que seria possível, se tornará realidade.
  10. Você simplesmente viverá gastronomia, todos os assuntos para você terminarão em comida. Você aprenderá a ser mais criterioso quanto a mesma, e aprenderá a escolher bons restaurantes.
  11. No final de tudo isso, cada vez que você olhar pela janela da cozinha e ver um cliente com um sorriso no rosto após provar seu prato, todo aquele cansaço e estresse desaparecerão e uma sensação de bem estar tomará sua cabeça te lembrando do porque você é apaixonado pelo que faz.

Por isso eu sempre digo, pense muito bem antes de escolher gastronomia como sua forma de sobreviver, é cansativo, porém extremamente gratificante.

>> Prato do dia

>> Pra começar com um doce – receita de alfajor

>> Dica do chef: Restaurant Week Curitiba