Para aqueles que já adotam veículos não poluentes como principal meio de locomoção ou mesmo quem considera o hábito, uma ótima noticia: a Prefeitura de Curitiba lançou hoje um edital para gerenciamento de uso de bicicletas compartilhadas públicas na capital.

Serão 43 estações a serem construídas para retirada e devolução delas pelo usuário. E o melhor? Haverá estações Wi-Fi para que você possa disseminar ainda mais essa tendência que tende a ser cada mais mais espalhada pela cidade, um diferencial só nosso.

Conhecida como bike sharing, a iniciativa é, segundo o prefeito Gustavo Fruet, uma avanço e melhoria na mobilidade na cidade, além de ele ter destacado a promessa de baixo custo, com o benefício da importância ambiental que traz.

Haverá um esquema de inscrição e os valores não ultrapassarão os R$ 55 (no caso do plano semestral) e R$ 5 (passe diário), além de haver a opção de R$ 12 por mês. Ah, utilizações gratuitas serão 2, com intervalo de 15 minutos entre uma e outra. Pra todos os bolsos!

E o Wi-Fi não é só pro Instagram não. A retirada de bicicleta pelo usuário poderá ser feita por aplicativo de telefone celular, equipamentos de autoatendimento nas estações e ligação para a central de operação do sistema.

A amostra do serviço, após o vencedor do edital ser definido, começará em 25 dias, e tudo deverá ser implantado em ate 140 dias, com mais de 400 opções. Todas as bicicletas possuirão rastreadores para que tudo seja ainda melhor com o tempo.

Ou seja, logo teremos mais ciclistas passeando pra lá e pra cá na capital que, mesmo na friaca, tirará muitas luvas da gaveta. Ao fim do processo, já será primavera, então nem se preocupe tanto com o tempo. Só com os motoristas impacientes!