Uma senha sera enviada para seu e-mail

O Curitiba Cult se preocupa em criar conteúdos exclusivos que tragam novidades bem bacanas, como a lista dos parques que fogem um pouco da rota tradicional ou a que traz uma relação de sebos na cidade,  assim como a de restaurantes de comida árabe. Hoje traremos algo natural e especial: cachoeiras.

A capital pode não ter seus próprios cenários deslumbrantes do tipo, mas a facilidade de acesso a muitos deles em cidades próximas torna obrigatória a visita dos amantes da natureza, que podem encontrar inclusive trilhas e outras atrações em cada um deles. Vamos conferir?

CACHOEIRA DO JAJÁ

Localizado no final da Serra do Mar, entre Curitiba e Morretes, o local cobra entrada (R$ 10) e oferece estruturas como churrasqueiras e área para camping, cujos valores podem ser conferidos neste site.

Onde: para quem sai de Curitiba, deve-se seguir pela BR 277 (sentido praias). Ao chegar ao KM 35, após o radar eletrônico, há uma saída à direita, onde é possível avistar uma pequena escola e a Lanchonete Cachoeira. Pegando esta saída, entre na pequena rua depois da lanchonete, passe por trás da mesma e você encontrará as Cachoeiras do Jajá (100 metros antes do SAU2).

JAJÁ

CACHOEIRA DO PANELÃO

Próxima de Curitiba, a Cachoeira do Panelão, dada à facilidade de acesso, limita o acesso a 250 pessoas. Com queda de 10 metros de altura, um dos diferenciais do local é a possibilidade da realização de saltos de uma altura de até 13 metros. Sentiu o frio na barriga, né?

A cerca de 70 km de Curitiba, possui uma infraestrutura que conta com lanchonete, restaurante, churrasqueiras, área para camping, campos de futebol e vôlei e banheiros com chuveiros quentes, além de tent camping, com pacotes com café da manhã ou pensão completa. É cobrado o valor de R$ 35 reais de entrada.

Onde: saindo da capital paranaense pela BR 277, sentido Ponta Grossa, passando o primeiro pedágio, deve-se pegar a estrada que vai para Palmeira. Logo após o Recanto dos Papagaios, aproximadamente 80 metros antes do trevo para a Colônia Witmarsum, fica a entrada da fazenda Vô Joanin, que abriga a Cachoeira do Panelão.

PANELÃO

CACHOEIRA SALTO DA FORTUNA

Mais uma alternativa a cerca de 70 km da capital, para se chegar nela, deve-se percorrer uma trilha com tempo de caminhada de 4h ida e volta e grau de dificuldade médio. A trilha pode ser feita somente mediante o acompanhamento de condutores locais, pois está numa área particular, sob vigilância dos funcionários de uma empresa responsável pela conservação local. É possível chegar ao início da trilha pedalando, o que torna a aventura ainda mais completa.

No trajeto, são econtrados um alambique, uma capela histórica e um trecho do primeiro caminho colonial que ligava o litoral ao planalto curitibano. Depois dessa caminhada, uma linda surpresa: uma cachoeira com cerca de 50 metros de queda e uma piscina natural. Os valores são variados e podem ser conferidos no site.

Onde: Acesso pela Estrada da Anhaia, no Parque Estadual do Pau-Oco, em Morretes.

SALTO DA FORTUNA

SALTO BOA VISTA

Ainda mais perto, ali em Campo Largo, o local, com 38 metros, consiste na maior queda-d’água do município e possibilita a prática de rapel. Seu volume de água é baixo, mas a altura garante a beleza desta cachoeira (cujo acesso requer 10 minutos de caminhada). Mais informações podem ser encontradas neste site.

Ela se encontra no Morro Três Barras, que possui diversos atrativos que proporcionam  turismo ecológico e rural, passeios, descanso e lazer.

Onde: Estrada do Cerne, Km 34, Bateias, Campo Largo, Paraná.

BOA VISTA

CACHOEIRAS GÊMEAS

Tendo acesso gratuito, essa opção fica em Campo Magro. São duas cachoeiras, uma ao lado da outra com quedas de aproximadamente 4 metros cada. Em sua base, é possível se banhar, sendo que a queda da direita é menor, mais rasa e mais iluminada pelo sol. A trilha que leva ao local oferece aos olhos um espetáculo à parte.

Onde: saindo de Curitiba, siga pela Avenida Manoel Ribas (que em certa altura se torna a Estrada do Cerne, a mesma do item anterior). Quando chegar em Campo Magro, passe a Prefeitura e, depois do único posto de gasolina, vire a primeira rua à direita. Agora é só seguir as placas de indicação presentes na estrada de terra.

7cfd3a7d30e19a47014f6343c4aebee143dcc2c5

Lembrando que a visitação a vários destes locais depende diretamente do tempo, visto que chuvas torrenciais podem comprometer a segurança do passeio. Antes de visitar qualquer um deles, busque saber através de telefones de contato e sites e páginas oficiais.