O Festival TribalTech deste ano, que ocorre no próximo sábado (7), com início às 10h, contará com várias surpresas e novidades para os amantes da música eletrônica. Esta edição, a Escape, que conclui a trilogia iniciada em 2014 com a Reborn, seguida da Evolution (2015), acontecerá em um lugar inédito: uma fábrica desativada no bairro Prado Velho, em Curitiba, ocupando aproximadamente 49 mil m² com vários palcos e espaços inovadores, com tendas e áreas cobertas, entre pistas, lounges, espaços complementares tematizados. O novo local, que vinha sendo preparado há vários meses, inova por levar o evento pela primeira vez para dentro da cidade. A entrada principal do evento será pela Rua Aluízio Finzetto, 3511.

Serão seis palcos, com mais de 100 artistas e 18 horas de música. No principal, o TribalTech Stage, com 120 metros de comprimento, 40 metros de largura e um pé direito de 12 metros, totalmente ambientado pelo espetáculo visual Laser Beam Factory, se apresentarão grandes nomes como Kolombo, Marc Houle, Octave One e Stephan Bodzin. No TIMETECH, segundo maior ambiente, tocarão artistas que são referências na música eletrônica mundial, como Daniel Bell, Ion Ludwig, Margaret Dygas, Nastia e XDB.

Além dos palcos eletrônicos, esta edição terá a volta do Organic Beat, que apresentará artistas, grupos e bandas do cenário alternativo. Entre os confirmados, estão nomes como Criolo, que já se apresentou em outra edição do festival, as bandas Bixiga 70, Pedra Branca e uma apresentação inédita reunindo três ícones do rap nacional: Sandrão da RZO, Sombra do SNJ e Tio Fresh do SP Funk. Após os shows, DJs como Nave, produtor de Marcelo D2 e Laudz, do Tropkillaz, assumem apresentando muito rap, funk, hip hop, bass music entre outros estilos próximos da musicalidade do stage.

No Progressive Stage, palco em que se apresentarão os artistas de psytrance, projetos como Dickster, Reality Test & Major 7, Vibe Tribe e X-Noize conduzirão o público pelo ritual repleto de boas energias que é uma pista deste estilo.

Já no Burn Energy Stage, que está sendo montado dentro de uma piscina desativada, tocam os grandes artistas nacionais de techno e house, como Blancah, Fabo & HNQO, Gabe e TouchTalk, proporcionando ao público uma experiência ao ar livre. Fechando a lista de palcos, temos o Supercool, outra grande novidade no festival esse ano, que além de apresentar alguns dos principais DJs de house, disco e brasilidades, como Ney Faustini, Anhanguera e Selvagem, contará também com uma super experiência cenográfica, espaços decorados para proporcionar uma verdadeira imersão, contando com o trabalho de mais de 40 artistas e performers do coletivo Redoma.

Além dos seis palcos principais, outros três stages menores podem ser encontrados na festa, apresentando as mais diversas propostas musicais e conceituais, que somados à decoração sem igual que é marca registrada do festival irão proporcionar aos participantes da TribalTech Escape uma experiência completa de ritmos, instintos e sensações.

Sobre o local – Há pouco mais de meio século a urbanização de Curitiba estava a pleno vapor, época em que fora construído um complexo de galpões aonde se fabricava açúcar, sal e café. Situado no Prado Velho, em uma área de zoneamento industrial próximo à PUC-PR e à Linha Verde, desfruta de uma localização estratégica, de fácil acesso para qualquer região da cidade. Depois de décadas de funcionamento e expansão, há cerca de 15 anos o complexo foi abandonado, um espaço de quase 50 mil metros quadrados em uma região central de Curitiba estava completamente sem manutenção. Por conta disso, essa edição da TribalTech será especial. Será celebrada a música e a arte, em uma atmosfera fora do comum, revitalizando completamente um espaço urbano marginalizado, trazendo vida para a cidade e ajudando a construir o futuro.

Serviço – TribalTech Escape

Quando: 07 de outubro de 2017 (sábado)

Onde: Fábrica Desativada (Rua Aluízio Finzetto, 3511)

Quanto: variam de R$150 a R$460, de acordo com o setor escolhido

Vendas: Alô Ingressos