Não sei, só sei que foi assim! Um dos maiores sucessos da dramaturgia brasileira, o texto Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, faz parte da Mostra do Festival de Curitiba. Em montagem do Grupo Maria Cutia, com concepção e direção de Gabriel Villela, o espetáculo, que celebra a primeira parceria do Grupo com o diretor, fará duas apresentações no Teatro da Reitoria, dia 28 de março, às 21h, e 29 de março, às 19h. Os ingressos estão à venda a partir de R$ 40.

Auto da Compadecida apresenta as aventuras de João Grilo Chicó, que começam com o enterro e o testamento do cachorro do padeiro e de sua mulher e acabam em uma epopeia milagrosa no sertão envolvendo o clero, o cangaço, Jesus, Maria e o Diabo. Suassuna faz uma abordagem mítica brasileira do herói sem caráter, com suas vicissitudes morais – e o espetáculo do Grupo Maria Cutia traz para o texto de Suassuna pitadas brechtianas.

Com tom irônico, o trabalho pode ser enquadrado no gênero cênico-musical-picaresca. O olhar político (sem didatismo ou partidarismo) do espetáculo, desprendido do enredo criado pelo célebre autor paraibano, traz outra camada para a obra de Ariano”, explica Gabriel Villela. O espetáculo revela acontecimentos de um Brasil atual, a partir de personagens e situações que ganham acento ainda mais sarcástico do que os encontrados na dramaturgia original.

Serviço – O Auto da Compadecida

Quando: 28 e 29 de março de 2020 (sábado e domingo)

Onde: Teatro da Reitoria (Rua XV de Novembro, 1299

Horário: sábado às 21h e domingo às 19h

Valores: R$ 40 (meia-entrada) e R$ 80,00 (inteira) + taxas administrativas

Ingressos: aqui no site oficial, pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2020”, e nas bilheterias físicas do ParkShoppingBarigui (piso inferior – Sul), de segunda a sexta-feira, das 11h às 23h; sábado das 10h às 22h e domingos das 14h às 20h; e no Shopping Mueller (piso L3), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h

Classificação: 12 anos

You have Successfully Subscribed!