Foi liberada pela Netflix uma compilação de números e dados coletados ao decorrer do ano de 2017. Entre quantidades impressionantes, chama a atenção o ranking disponibilizado daquelas que foram as séries mais assistidas.

Tratando-se da gigante do streaming não podíamos esperar estatísticas medianas quando falamos num ano como este que passou. Ano em que recebemos muito conteúdo original e um catálogo repleto de novidades mensalmente. Só que não tínhamos noção do crescimento da Netflix e do tempo que os assinantes passam assistindo-a, é absurdo.

A média diária de transmissão beira as 140 milhões de horas, isso contando é claro o mundo inteiro. Ou seja, no ano aproximadamente 51 bilhões de horas de conteúdo foram transmitidas mundialmente por meio do serviço. Lembrando que o numero de assinantes mundo afora já chegou à casa de 110 milhões. Haja opções de conteúdo e tempo para acompanhar tamanha voracidade dos espectadores.

Outra informação é que os usuários assistem em média 60 filmes ao longo de um ano. A grande exceção é um brasileiro que assistiu 344 vezes a animação ‘Ratatouille’, exatamente, 344 vezes; sem mais explicações. Falando na gente, o Brasil é o sexto país que mais consome o serviço diariamente. Sendo que o dia 20 de agosto foi aquele com mais maratonas sendo feitas, enquanto dia 1º de janeiro foi o que teve mais acessos.

Enfim, o levantamento dos hábitos e freqüências dos usuários quando o assunto são séries da Netflix. Mundialmente falando, duas classes foram apresentadas: das produções assistidas mais rapidamente e daquelas que foram mais apreciadas, ou seja, mais ou menos de duas horas por dia. A ordem ficou ‘American Vandal’, ‘3%’, ’13 Reasons Why’, ‘Anne With an E’ e ‘Riverdale’ como as mais devoradas e ‘The Crown’, ‘Big Mouth’, ‘Neo Yokio’, ‘Desventuras em Série’ e ‘GLOW’ nas mais apreciadas. Uma grata surpresa foi a aparição de 3%, a primeira série brasileira da Netflix, bem colocada mundialmente.

Já aqui no Brasil seguimos com essa classificação de consumo rápido e daquelas que mais tomaram nosso tempo. Os primeiros lugares da primeira categoria acabaram sendo nomes pouco comentados e isso impressiona, são eles: ‘Ingobernable’, ‘Greenleaf’, ‘American Vandal’, ‘Ultimate Beastmaster Brasil’ e ‘Suburra: Sangue em Roma’. Enquanto ‘The Crown’, ‘Big Mouth’, ‘Cara Gente Branca’, ‘Disjointed’ e ‘Neo Yokio’ encabeçam as que tomaram mais tempo.

As novidades estão nas seleções que trazem as séries em que os brasileiros mais traíram e as que mais uniram. Naquelas que combinamos de ver junto de alguém, mas a ansiedade foi tanta ao ponto de assistir sozinho temos ‘Narcos’, ’13 Reasons Why’, ‘Stranger Things’, ‘Marvel – Os Defensores’ e ‘Marvel – Punho de Ferro’.  Por outro lado, tivemos aquelas que quisemos estar junto de alguém para acompanhar: ‘Stranger Things’, ’13 Reasons Why’, ‘Desventuras em Série’, ‘Gilmore Girls: Um Ano para Recordar’ e ‘Star Trek: Discovery’.

Gráfico Netflix 2017 – O Ano das Maratonas