Seguindo a sequência frenética de lançamentos, a Netflix demonstra que não vai parar tão cedo. A vontade é se tornar uma potência na produção de filmes, almejando o reconhecimento que já recebe com as séries. Entre tantas novidades, Bright é provavelmente o projeto mais ambicioso do serviço de streaming até aqui e que vem gerando grande expectativa. Seu orçamento gira em torno de 90 milhões de dólares e conta com grandes nomes na produção. O filme é uma ficção – cientifica policial futurística que mostra uma cidade fantasiosa onde humanos e seres místicos convivem juntos.

Temos o policial Scott Ward, interpretado por Will Smith, que precisa trabalhar ao lado do orc Nick Jacoby (Joel Edgerton). A missão é evitar que uma arma super poderosa caia nas mãos erradas, no caso nas mãos da vilã vivida por Noomi Rapace. Estamos falando de uma varinha mágica, nada mais cabível para um mundo cheio de duendes, elfos, fadas e obviamente orcs.

A direção é de David Ayer, que tem boa experiência com filmes policiais vide ‘Reis da Rua’ e ‘Marcados para Morrer’. Já o roteiro ficou com Max Landis, responsável pelo genial ‘Poder Sem Limites’ e o divertido ‘American Ultra’. Ou seja, Bright está muito bem servido de atores e diretor/roteirista. Além de ter o selo Netflix de qualidade, já que a empresa é conhecida por atrair grandes nomes do cinema ao dar a liberdade de produção que eles tanto desejam e não conquistam em Hollywood.

O filme será lançado pela Netflix em 22 de dezembro e recebeu um novo trailer, dando destaque à ação.

Trailer – Bright