No meio desta pandemia, o Zoo de Curitiba registrou o nascimento de um filhote fora da natureza. De acordo com a equipe do local, um filhote de lontra nascido há cerca de 45 dias vem evoluindo de forma bastante satisfatória. Apesar da espécie não ser uma ameaça em extinção, a equipe comemora o nascer do animalzinho.

O nome dado ao filhote foi “Iberê” e é o segundo filhote do casal Bella e Canauã e o décimo nono da espécie a nascer no Zoo de Curitiba, pioneira na reprodução de lontras. Fofura demais né?

Foto: divulgação/Prefeitura de Curitiba

Para o veterinário Marcelo Bonat, um dos responsáveis pelos cuidados com o animal, assim que o filhote aprender a nadar, irá para o recinto. “Teremos que esperar ele se tornar “independente”, saber entrar e sair da piscina com segurança e isso deve levar mais uns três meses”, diz.

Localizado na Rua João Miqueletto, s/n, no Alto Boqueirão, o Zoológico de Curitiba mantém os cuidados com os animais e a manutenção neste período de pandemia.