Até o dia 23 de outubro (domingo) o Paço da Liberdade apresenta a exposição “Vidas Refugiadas”, do fotógrafo Victor Moriyama. A mostra retrata o cotidiano de mulheres vindas de Cuba, Nigéria, Síria, República Democrática do Congo, Angola e Burkina Faso, e que se refugiaram em São Paulo.

Com a realização e curadoria da advogada Gabriela Cunha Ferraz a exposição já passou por diversas cidades brasileiras. A advogada representou todas as mulheres no processo de reconhecimento de refúgio. Segundo Gabriela, o objetivo da mostra é revelar as necessidades, os dilemas e as conquistas das mulheres retratadas, dando ao público a oportunidade de refletir sobre a adaptação das refugiadas à vida no Brasil.

A exposição conta com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (Acnur) no Brasil, da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da ONG Human Rights Watch.

SERVIÇO – EXPOSIÇÃO “VIDAS REFUGIADAS”

Quando: 13 de setembro a 23 de outubro de 2016

Onde: Sesc Paço da Liberdade – Praça Generoso Marques, 190

Horários: terças e sextas das 10h às 21h | sábados das 10h às 18h | domingos das 11h às 17h

Ingressos: Entrada gratuita