A primeira coisa que os fãs perguntaram, logo após o anúncio de que Dumbledore (que será interpretado por Jude Law) apareceria no segundo filme de “Animais Fantásticos“, é que se a sua sexualidade seria abordada. Tudo isso, porque J.K Rowling afirmou em entrevista que, de fato, o bruxo era gay e apaixonado por Grindelwald, vilão da nova saga.

Mas o diretor do filme, David Yates, já deixou bem claro em uma entrevista à revista Entertainment Weekly que isso não ocorrerá de forma explícita:

“Não de forma explícita. Mas acho que todos os fãs sabem disso. Ele teve um relacionamento muito intenso com Grindelwald quando ambos eram jovens. Eles se apaixonaram um pelo outro e por suas ideias e ideologias.”

Yates ainda descreveu o personagem neste filme:

“Ele é um rebelde e um professor inspirador em Hogwarts. É sábio e um tanto genioso. Ele não é um político veterano [como conhecemos]. Ele é magnético e junto com Johnny Depp como Grindelwald, eles fazem uma parceria incrível.”

E é claro que os fãs de “Harry Potter” já sabem que Dumbledore é gay, no entanto não houve qualquer oportunidade de ver essa questão, tanto nos livros, quanto nos filmes originais. Isso faz com que “Animais Fantásticos” seja o melhor ambiente para que isso aconteça.

Vale lembrar, entretanto, que a franquia contará com três filmes (além desse) e a trama entre Dumbledore e Grindelwald só acabará no último episódio.

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” vai ao ar no dia 15 de novembro de 2018.