O cantor e compositor Dino Bacciotti vai apresentar uma pré-estreia seu novo álbum ” Entre Dois e Três” hoje (19) na Boca Maldita às 19h. O show é aberto ao público e faz parte da Semana Cultural de Curitiba, que vai até o dia 21 de maio.

“Entre Dois e Três” é o primeiro álbum de músicas autorais de Bacciotti e foi produzido por Maycon Ananias, que já trabalhou com artistas como Maria Gadú, Jesse Harris, Tiago Iorc e Norah Jones. O tema principal da obra, de acordo com o cantor, é a relação dos seres humanos entre si, sendo que o próprio título do álbum faz referência a um drama conjugal. O disco está disponível em diversas plataformas: Spotify, You Tube, SoundCloud.

O Curitiba Cult fez uma entrevista com o cantor, que falou sobre a produção do novo disco e suas inspirações.

Curitiba Cult – Qual é a sensação de lançar o seu primeiro álbum totalmente autoral?

Dino Bacciotti: A sensação é de dever cumprido, numa mistura de realização e energia nova chegando! É um momento mágico, onde tudo aquilo que foi pensado e escrito deixa de ser posse minha e passa a ser do mundo. E isso é muito estranho. É como se segredos seus tivessem sido espalhados abruptamente. Estou adorando!

Eu já havia tido a experiência de lançar um EP com minhas canções em 2013, de maneira mais modesta. Considero essa uma experiência vital para o resultado poderoso alcançado no álbum! A gênese de tudo vem de lá.
Curitiba Cult – Você é de Apucarana, mas mora em Curitiba há algum tempo. Como a sua vivência aqui na cidade influenciou na produção do disco?
Dino Bacciotti: Curitiba é uma cidade que respira cultura. É impossível viver aqui e passar ileso! Além das grandes amizades e parcerias conquistadas ao longo desses anos, considero Curitiba uma especial de co-autora do album. Inclusive o primeiro videoclipe do disco, que sairá no próximo mês, é uma ode à Curitiba. Nele um personagem forasteiro se insere em vários cenários do centro histórico.
Curitiba Cult – Quais são as suas influências artísticas? 
Dino Bacciotti: As influências são variadas. Coisa de quem mora no interior e vive num caldeirão de culturas. Basicamente se dividem em três pólos: O Rock Clássico, Sucessos Radiofônicos que chegam a flertar com a música brega e grandes sucessos da música sertaneja de raiz.
Curitiba Cult – Como foi trabalhar com Maycon Ananias?
Dino Bacciotti: Sensacional. Conheci o Maycon no processo de gravação do meu primeiro trabalho, e a empatia foi imediata. Acabamos nos tornando grandes amigos! Isso também colaborou para que este novo trabalho soe tão genuíno. O processo de gravação foi relativamente rápido, pois já tínhamos conversado bastante sobre referências e influências, inclusive escrevemos músicas para o álbum.
Curitiba Cult – O que significa o título do álbum “Entre Dois e Três”?
Dino Bacciotti: Entre dois e três é o título e uma parceria minha com Maycon Ananias e Daniel Lopes que trata sobre um drama conjugal. O disco todo fala de relações entre pessoas, não necessariamente conjugais, mas achei que viria a calhar pelo poder da metáfora!
Curitiba Cult – Quais são os planos para o futuro?
Dino Bacciotti: Agora só penso em levar este trabalho ao maior número possível de pessoas. Estou feliz com o resultado e quero aproveitar cada momento! Creio que disso virão novas parcerias e horizontes. O plano é continuar fazendo música!
Dino Bacciotti fará o show de lançamento oficial do álbum “Entre Dois e Três” com a parceria do cantor Marcelo Archetti no dia 20 de maio (sexta-feira) em Apucarana (PR). O evento acontece no Cine Teatro Fênix (Av. Curitiba – Centro) às 20h e o ingresso, que pode ser adquirido pela venda on-line, custa R$30,00 e R$15,00 a meia entrada.

SERVIÇO – SHOW DE PRÉ-LANÇAMENTO DO ÁLBUM “ENTRE 2 E 3” DE DINO BACCIOTTI NA SEMANA CULTURAL DE CURITIBA

Onde: Boca Maldita – Av. Luiz Xavier, Centro

Quando: 19 de maio (quinta-feira), às 19h

Quanto: Show aberto ao público, entrada franca