O prato tradicional curitibano e patrimônio cultural da cidade, a carne de onça, ganha três novas releituras no Bar Quermesse. Além da versão tradicional, o bar também oferece a Carne de Onça Japonesa e o Canudinho de carne de onça.

O prato se tornou patrimônio cultural de Curitiba em setembro de 2016. A origem do patrimônio se inspira no prato alemão hackpeter e acredita-se que foi criado na década de 1940. A carne de onça é feito com carne crua bovina (diferente do nome) servida em cima de uma broa e forrada de cheiro verde. Já a origem do nome é desconhecida, provavelmente foi atribuída pelo hálito resultante da ingestão da carne com temperos e cebola crua utilizada no preparo.

Divulgação

No Bar Quermesse o prato ganha uma nova cara. Na versão tradicional, a carne moída é preparada com especiarias e coberta com cheiro verde, cebola e mostarda, e servida sobre uma deliciosa broa preta. Já a Carne de Onça Japonesa tem a broa em fatias menores e individuais, servida para ser consumida com hashi. Em separado, shoyu, gengibre e mostarda escura. A terceira pedida é o Canudinho de Carne de Onça, no qual a carne moída é o recheio dos canudinhos de massa crocante (tipicamente servidos com maionese em festas de aniversário).

Serviço – Bar Quermesse

Onde: Rua Carlos Pioli, 513 – Bom Retiro

Horário: segunda a sexta, das 17h às 23h, aos sábados, das 11h30h às 23h, e aos domingos, das 11h30 às 15h.

Contato: (41) 3026-6676