Concebido e dirigido por Guilherme Piva, o monólogo conta com a interpretação da atriz Inez Viana. A peça tem como base o romance de Moacyr Scliar, A mulher que escreveu a Bíblia, adaptado por Thereza Falcão. O livro conta a história de uma mulher contemporânea que descobre, através de uma terapia de vidas passadas, sua identidade ancestral, a um só tempo encantadora e assustadora. Ela fora, no século X a.C., uma das setecentas esposas do rei Salomão – a mais FEIA de todas, mas a única capaz de ler e escrever. O rei encarregou-a então de escrever a história do seu povo, que a anônima narradora batiza com um nome grego: bíblion, BÍBLIA. Os ingressos estão à venda a partir de R$5.

Depois de bem sucedidas temporadas no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Ceará, Pernambuco e estendida a outros estados e países, a premiada peça chega a Curitiba. A montagem de “A mulher que escreveu a Bíblia conquistou excelentes críticas e ainda várias indicações para os prêmios mais importantes da categoria (Shell, Extra e APTR), vencendo o Prêmio Qualidade Brasil 2008, como melhor espetáculo e melhor atriz.

Utilizando-se de uma narrativa virtuosa e fascinante, que conjuga anacronismos, erudição, linguagem bíblica e chula, Moacyr Scliar construiu com grande sucesso em “A mulher que escreveu a Bíblia” (Prêmio Jabuti 2000), o que os editores chamaram de “misto de sátira e aventura”. Segundo o grupo que trouxe o livro para o teatro, não por acaso “a feia” é anônima. A História, a grande e oficial História onde figuram Salomões, Napoleões e Césares é escrita, de fato, pelos excluídos, deserdados, anônimos. Através dessa personagem de grande fealdade e inteligência ainda maior, o autor mostra sua simpatia pelos discriminados e verdadeiros heróis dos tempos.

Serviço – A Mulher Que Escreveu a Bíblia

Quando: 30 de março a 01 de abril de 2018 (sexta a domingo)

Onde: CAIXA Cultural Curitiba (Rua Conselheiro Laurindo, 280)

Horário: sexta e sábado, às 20h; e domingo às 19h

Quanto: R$ 10 e R$ 5 (meia)

Vendas: Na bilheteria, a partir de 24 de março (sábado)