Bibi Ferreira. Esse é o nome de um ícone brasileiro. Bailarina, atriz diretora de peças teatrais e ópera e cantora. Sua voz encanta plateias há 76 anos. Agora, aos 95 anos, encerra em Curitiba o espetáculo 4XBIBI, no qual apresenta músicas de outros quatro grandes artistas: Edith Piaf, Frank Sinatra, Carlos Gardel e Amália Rodrigues.

Sua personalidade é única. Ela acredita que o amor é tudo e que a música é uma maneira de dar forma a esse sentimento. Nunca quis ser atriz. Foi uma imposição de sua mãe. Bibi se tornou aquilo que foi idealizado pelos pais e estudou muito para isso. Quanto ao pai, diz que, com ela, é uma coisa só, que não há começo em suas memórias com ele.

Ferreira não considera ter uma voz bonita, mas faz de tudo para agradar ao público. Pensa muito na aceitação da plateia, se dedica a proporcionar o melhor espetáculo que pode oferecer. O faz com gosto, pois, sem essa entrega, não conseguiria empolgar sua audiência.

Não tem música preferida nem um livro de cabeceira. Diz que não se pode misturar as coisas, que a dedicação ao espetáculo deve ser total. Antes de entrar no palco, toma café com manteiga para amaciar a voz, evitando, também, bebidas geladas no dia a dia.

Sua assombração? Os bastidores. Acha-os inquietantes. Repletos de emoções que dizem constantemente “Vá, boba!”. Ainda assim, afirma que suas produções são frutos de um processo natural e que inspiração é um momento de grande reflexão e respeito ao que está sendo planejado.

Tinha o desejo de interpretar músicas de Dorival Caymmi, mas uma condição a impediu: queria fazê-lo descalça. Se considera muito baixa e diz que ficaria feia a apresentação com sua estatura. Salienta que, obviamente, não esperará crescer.

Bibi Ferreira revela o que acha ser o segredo de sua longevidade: uma vida desprovida de excessos, simples. Deu como exemplo seu consumo de álcool, que se restringe a uma taça de espumante em datas especiais.

O que acha de Curitiba? Relembra que seu pai dizia que, na cidade, encontra-se o melhor público do Brasil. Sobre o Teatro Guaíra, afirma que é o teatro mais bonito do país e que ele é sua casa. Você poderá conferir a apresentação desta lenda às 21h de hoje (07.10), no já citado Guaíra (rua XV de Novembro, 971). As entradas estão sendo vendidas pelo Disk Ingressos.