A vida nem sempre está como gostaríamos, e muitas vezes precisamos enfrentar desafios e situações assustadoras. Para que tudo dê certo é preciso ter autoconfiança e tranquilidade.

Para ter autoconfiança é preciso ter poder pessoal, para ter poder pessoal é preciso ter autoconhecimento e para ter autoconhecimento é preciso, entre outras coisas, fazer terapia. Sim, os psicólogos não tratam apenas de pessoas com transtornos mentais, tratamos pessoas que querem ter uma vida mais valiosa.

Mas se você precisa agora de autoconfiança, um truque rápido, que não substitui a terapia, mas quebra um galho, é a mudança da sua posição corporal.

A linguagem corporal pode dizer muito sobre uma pessoa, é uma forma de comunicação inconsciente que tem muitos resultados e pode transmitir autoconfiança mesmo que você não se sinta assim tão confiante.

Antes de passar por qualquer situação que te assuste, como falar em público, faça a posição da Mulher Maravilha. Essa é uma postura bastante usada por super heróis: fique em pé com os pés em paralelo, um pouco afastados, alinhados com o seu ombro. Abra o peito colocando os ombros para trás, deixe seu queixo um pouco inclinado para cima, olhe para frente ou para cima. Feche as mãos em um soco e coloque-as na cintura. Sinta como seria se você fosse poderoso. Você pode imaginar essa sensação. Respire profundamente e lentamente.

Pesquisas científicas mostram que as pessoas que utilizam essa técnica têm resultados mais positivos do que as que não fazem esse exercício.

A linguagem corporal influência a forma como os outros nos veem e também pode mudar a nossa percepção de nós mesmos.

Se você tiver mais tempo, existe outra técnica igualmente poderosa: imaginar-se em sua melhor versão.

Essa técnica precisa de um pouco mais de tempo, pelo menos até você conseguir ter a sua visão concreta de quem é você em sua melhor versão. Faça isso com calma, pense em cada detalhe e crie um “você super herói”.

Saber quais são os seus poderes te ajuda a superar o medo do fracasso. Seus poderes podem ser habilidades, coisas que você sabe fazer, dons ou coisas que você gostaria e vai aprender, como falar mandarim, correr 30 km,  saber cozinhar… tudo o que você aprender poderá ser usado a seu favor.

Pense como você gostaria de estar daqui a 10 anos e organize a logística para que você alcance esses objetivos!

Nosso corpo muda nossa mente, nossa mente muda nosso comportamento, nosso comportamento muda nosso destino.

Ajustes mínimos podem levar a grandes mudanças.