Entre os dias 21 e 26 de janeiro de 2019 acontece o segundo Girls Rock Camp Curitiba, projeto mundial, que empodera meninas entre 7 e 17 anos através da música. Este ano foram disponibilizadas 48 vagas, das quais 14 seriam destinados a bolsas. O camp recebeu 21 pedidos de isenção do pagamento e está atrás de empresas e pessoas que desejem ‘adotar’ uma campista. Qualquer valor pode ser doado através do site do Girls Rock Camp até dia 10 de dezembro.

Todas as mulheres envolvidas na colônia de férias fazem trabalho voluntário. O dinheiro arrecadado pelas organizadoras por meio de bazares, venda de produtos e oficinas de guitarra e bateria para mulheres vai para a construção do projeto que acontece no mundo todo.

Sobre o Girls Rock Camp

O Girls Rock Camp pode ser resumido como uma semana de atividades que buscam ajudar garotas a construírem seu amor próprio por meio de uma programação que inclui educação musical e performance, palestras sobre empoderamento e justiça social, modelos positivos de conduta e desenvolvimento de habilidades de colaboração e liderança.

O projeto nasceu há 16 anos, em Portland (Oregon, EUA). Posteriormente, foi criado o Girls Rock Camp Alliance, que orienta a promoção dos acampamentos em todo o mundo. Em 2013, surgiu o Girls Rock Camp Brasil. Pioneiro na América Latina, o projeto mantém o propósito de empoderar meninas, incentivando a equidade de gênero por meio da música.

Realizando em 2019, a segunda edição do evento, Curitiba foi a terceira cidade brasileira a receber a iniciativa, que já ocorre em Porto Alegre (RS) desde 2017 e teve sua primeira edição brasileira no ano de 2013, em Sorocaba (SP). É possível apoiar o evento curitibano de diversas formas, basta conhecer as possibilidades de contribuição no site.

Mais informações e doações no site oficial do evento.