Quem disse que chope e inverno não combinam? Tem tudo a ver sim, afinal, a bebida foi criada na Alemanha, país nada tropical!

O chope e a cerveja possuem os mesmos ingredientes e a mesma quantidade de gás, só que a cerveja recebe mais uma etapa no processo: a pasteurização – por isso a diferença no sabor e a sensação de que o primeiro é mais leve que o segundo.   

E sabe que para fazer essa matéria eu fui estudar sobre chope e descobri que existem vários tipos e sabores, mas, para não ficar muito longa nossa conversa, digo: existe uma versão até feita com aroma de tabaco e pimenta!

Aqui em Curitiba tem incontáveis lugares para apreciar (com moderação) a bebida, mas separei uma listinha de alguns que servem uma versão diferente do chopinho gelado tradicional.

LUCCA CAFÉ

No Lucca tomei um dos chopes mais incríveis porque ele é unido ao meu vício maior: o café. O chope se chama Hop Arábica, sendo um American Pale Ale (feito com lúpulo americano) e tem 7% de café arábica de uma fazenda do sul de minas. O copo de 300ml sai por R$10.

Onde fica: Alameda Pres. Taunay, 40 – Batel
Telefone: (41) 3016-6675

lucca

TIWANAKU

No bar, existe um chope da marca paranaense Insana, e vai pinhão na ‘receita’. É uma Barley Wine (um estilo de chope que é literalmente um vinho de cevada – originário da Inglaterra), bem equilibrada. O pinhão é adicionado ao malte para aumentar a graduação alcoólica, que é maior que das demais (aproximadamente 8,5%). O sabor? Só experimentando para explicar! Um copo de 300ml sai por R$9 e de 500ml por R$15.

Onde fica: R. Camões, 172 – Alto da Rua XV
Telefone: (41) 3018-3519

pinhoes

TEMPLO DA CERVEJA

No Templo da Cerveja, que fica na Mercadoteca, conheci minha cerveja predileta na vida: a Delirium Tremens – premiada como melhor cerveja do mundo! É cara, mas é BOA DEMAIS. Tá, mas estamos falando de chope. Eles possuem alguns muito bons, mas diferente é o Bastards Jean Le Blanc – feito trigo de inspiração belga, com perfil bastante refrescante. A adição de casca de laranja e capim-limão conferem um pouco de acidez, que faz com que a boca peça outro gole.

Onde fica: R. Paulo Gorski, 1309 – Mossunguê
Telefone: (41) 3205-3901

bastards

BODEBROWN

Um dos chopes mais cultuados da cervejaria Bodebrown é o Tripel Montfort. Inspirada pela região do castelo de Montfort, na cidade de Esneux ao sul de Liège (Bélgica), onde cresceu o cervejeiro Jacques Bourdounxhe, colaborador da Bodebrown, a Tripel Montfort é uma bebida marcante. De cor dourada, é uma Belgian Tripel com teor alcoólico de 10% (uauuuu) com aromas frutados e forte presença de especiarias, em um paladar que inicia adocicado e termina seco.

Onde fica: R. Carlos de Laet, 1015 – Hauer
Telefone: (41) 3082-6354

triple

MR. HOPPY BEER & BURGER

Primeiro truck de chopes artesanais agora tem um ponto fixo na cidade – que também serve hambúrgueres incríveis para harmonizar com as bebidas! São sete opções, mas o destaque é para o Tupiniquim Saison Caju. É uma Belgium & French Ale e possui na sua ‘receita’ caju e manga. O copo com 300ml sai por R$10.

Onde fica: R. Mateus Leme, 2530 – São Francisco
Telefone: (41) 3206-6207

mr hoppy

FRITZ CERVEJARIA ARTESANAL

A cervejaria produz chopes artesanais bem encorpados – afinal, é uma autêntica cervejaria alemã. Destaque para o chope Weizen que é produzido com um leve toque de cravo da índia e banana que são características do malte do trigo. Cremoso, saboroso e de baixa maturação, tem teor alcoólico de 4,7%.

Onde fica: R. Prof. Brandão, 135 – Alto da Rua XV,
Telefone: (41) 3155-0080

fritz

Agora é experimentar! Boa degustação.