A Cia. de Teatro do Urubu ocupa o Teatro Novelas Curitibanas, a partir da próxima sexta-feira (15), com sua primeira montagem: Urubu Comum – uma espécie tipicamente brasileira que vive no zoológico de Michelle Ferreira. O elenco da comédia dramática conta com Anderson Caetano, Gustavo Gusmão, Muhammad Chab, Michelle Pucci e Carolina Meinerz. A peça fica em cartaz de sexta a domingo, sempre às 20 horas, com entrada gratuita. A temporada se estende até o dia 31 de maio.

Com texto e direção de Michelle Ferreira (SP), Urubu Comum coloca em cena um casal de professores que vivem em um apartamento decadente de uma grande metrópole. Senhora G e Senhor F, em um dia comum, recebem a visita do investigador T que busca desvendar um caso que ocorreu no edifício que os professores moram: quem foi o morador que jogou um peixe pela janela e acertou uma menina de rua provocando a sua morte? Enquanto isso, um urubu comum sobrevoa a cidade.

Urubu Comum invetiga essa espécie tipicamente brasileira. A metáfora desse animal que, apesar do seu tamanho, é o mais agressivo dos urubus, disputando avidamente uma carcaça com as outras espécies, remete à decadência de existir. A obordagem, apesar de pessimista, é um elogio à vida. Cia. de Teatro do Urubu: do sobrevôo do urubu à honestidade do sarcasmo.

A peça é sobre a distância do que se é e do que se quer ser. Urubu Comum é sobre a velhice, a juventude e o desejo de não desistir, porque velhos ou não, cantam: afinal, tudo que é humano, vez ou outra, canta.

SOBRE O NOVELAS CURITIBANAS

Construído em 1902 na Rua Carlos Cavalcanti, o casarão da família Vieira Cavalcanti virou espaço cultural em 1992. Desde então, o local passou a sediar o Teatro Novelas Curitibanas e se dedica totalmente à encenação de espetáculos teatrais da cidade. Grandes atores e diretores levaram importantes histórias e personagens ao palco do Novelas Curitibanas, que tem capacidade para 70 lugares na plateia.

SERVIÇO  – PEÇA URUBU COMUM

Quando: 15 a 31 de maio

Onde: Teatro Novelas Curitibanas (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1222 – São Francisco)

Horário: 20h

Quanto: gratuito