Um único cenário serve a seis rápidas cenas que tem como máxima diferentes olhares sobre um único tema; vida insuficiente. Assim é a Sucinta Mostra de Cenas que estreou na última sexta-feira e que segue em cartaz com mais duas sessões, dias 27 de outubro e 03 de novembro, às 21h, no TUC – Teatro Universitário de Curitiba. Os ingressos estão à venda a partir de R$15.

A mostra é um desafio lançado pelos diretores Arthur Faustino e Galahade Ferreira. “Quisemos, sobretudo, um processo em que o elenco tivesse liberdade para criar. Por isso, cada cena é escrita ou adaptada, pensada, desenvolvida e atuada por seu próprio protagonista”, conta Faustino.

Os jovens atores, entre 19 e 23 anos, apresentam seus monólogos que ora são dramáticos, ora bem humorados, noutra emocionante. Todos, são sem dúvida, reflexivos porque tratam de assuntos que permeiam o dia-a-dia das pessoas. Em Devaneio da Chuva, Lídia Lima traz uma personagem que imagina como seria sua vida, enquanto se arruma para seu casamento, caso não fosse para o altar; Kaoana Cruz vive uma prostituta amargurada que rapidamente mostra o porque do caminho que escolheu; em, Ao Léu e Comigo, Danille Avelleda põe em cena um breve momento vivido por uma escritora divida entre seu grande amor e sua obra; Gabriel Figueira demonstra toda angústia, confusões e ansiedade escondidos atrás de um pedido de socorro; Gustavo Rodrigues em Doce Fúria dos Dragões faz um contraponto com nossa fera interior e um dragão. A mostra é encerrada com Galahade Ferreira que apresenta Anjo Fúnebre, a história de um menino abandonado quando criança por sua mãe que sofria violência doméstica.

Serviço – Sucinta Mostra de Cenas – Vida Insuficiente

Quando: 27 a 03 de novembro de 2017 (somente nas sextas-feiras)

Onde: TUC – Teatro Universário de Curitiba (Travessa Nestor de Castro, s/nº)

Horário: 21h

Quanto: R$15 (meia) e R$30 (inteira)

Vendas: bilheteria do Teatro ou pela APPTicket

0