No último fim de semana, 16 e 17 de abril, a comunidade LGBTQ comemorou dois eventos. Para lembrar o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, a Praça Osório foi palco do I Encontrão Afeminado de Curitiba, que fez um pequeno tour fluorescente por pontos machistas do centro da capital paranaense. Outro ponto alto foi a notícia de que o Coral Gay de Curitiba comemorou 6 meses e ainda ganhou 13 novos membros.

Eu sou Léo Áquila,  sou Vera Verão, Michelle Summers, Inês Brasil

A chamada para o encontro das pintosas estava marcada para as 19hrs, na Praça Osório – região ligada ao imaginário LGBTQ de Curitiba. A praça tem o valor que o Largo do Rossio tinha para os homossexuais do Rio de Janeiro, pois é um espaço de encontro e vivência gay. Mesmo quando era o reduto da elite econômica curitibana, com seus apartamentos luxuosos, a Osório escandalizou a cidade com o grupo Tulipa Negra, formado por homens que se travestiam de mulher, escondidos da família, por hobby.

De volta ao evento [sorry, me empolgay]. Bichas, sapatões, afeminados, giletes, caminhoneiras, trans-homens, transmulheres, transtudos, transnadas, drags e cdzinhas foram convocadas para Sissy that walk pela Cruz Machado, passando por marcos machistas e lgbtfóbicos do Centro, como a Bolca Maldita e o Stuart Bar. O evento aconteceu em outras 12 cidades como um protesto em defesa da liberdade. “Além de ser feminino ou masculino, estamos aqui para sermos quem quisermos ser”, diz a descrição do evento em São Paulo.

O intertítulo que abre essa exposição é uma frase do vídeo de Yuri Rosa, gay afeminado e orgulhoso, que discute a heteronormatividade e defende o direito de assumirmos identidades diversas.

Acertando o tom

O trabalho do Coral Gay de Curitiba comemora 6 meses. Primeiro do sul do Brasil e o único em atividade no país, o CGC é uma ótima oportunidade para expressar a paixão pela música e participar de confraternizações informais. Amizades sadias voltadas para um mesmo propósito: cantar! Apesar de o coral não ter ligação religiosa, ele recebe o apoio da Igreja Anglicana de Curitiba.

No último domingo, Fábio Cezar, membro do coral, divulgou a informação de que 13 novos coralistas passaram a integrar a equipe do CGC. Com a nova estrutura, outros eventos, como o Tenebrae, abrirão suas portas para o grupo.