Aficionados ou não por astrologia concordam que cada signo tem suas características próprias. Algumas já viraram senso comum, como falar que o pisciano vive em um mundo a parte ou que o canceriano é sentimental. Inspirado por essas particularidades místicas, um coletivo de artistas paranaenses criou o The TransZodiacal Hustle Project. Um Projeto fotográfico sobre o zodíaco que reúne modelos e fotógrafos dos doze signos para retratar de forma artística a personalidade intrínseca de cada um deles.

Cada ensaio busca evidenciar os diversos aspectos do signo por meio da subjetividade artística, demonstrando essas características em elementos do cenário, figurino, maquiagem, referências mitológicas e no próprio conceito. A ideia é que todos os modelos e fotógrafos parceiros no Projeto sejam do signo que estão retratando, sem deixar espaço para a atuação, sendo eles mesmos. Isso ocasiona uma interação positiva na ambientação do ensaio, deixando clara a espontaneidade dos aspectos astrológicos dos signos retratados.

“O objetivo principal é criar uma identidade visual artística linear. Os amantes do zodíaco certamente se identificarão com o ensaio que representa o seu signo, e com os outros também, em suas semelhanças e correlações. Um verdadeiro encontrão transzodiacal. A força de cada signo colocada contra ela mesma, colocando juntos, e um contra o outro, elementos e aspectos do signo em questão”, diz Jhonny Castro um dos produtores do projeto.

Até o momento, são cinco ensaios lançados: Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem e Libra. Os de Escorpião e Sagitário devem sair no próximo mês. A equipe de produção é formada por Fernanda Munhoz Barth, Jhonny Castro, Michele Cas e Natália Laibida.

Após completos os 12 signos, o Projeto deve lançar uma exposição fotográfica a correr o circuito de exposições, bem como um livro contendo parte das fotografias publicadas e as não divulgadas do Projeto.