Com foco na exaltação da cultura brasileira em seu primeiro ambiente na Casa Cor Paraná, Janaina Macedo chamou atenção do público, de especialistas e da mídia nesses 30 dias de mostra com a Sala Brasileríssima. De forma elegante trouxe as excelências brasileiras para seu ambiente que encantou os jurados deste ano. A Sala Brasileiríssima venceu como o projeto mais sofisticado da Casa Cor Paraná 2014 em premiação entregue no ultimo domingo, dia 28.

“Foi um momento muito emocionante. É a primeira vez que participo da Mostra, então a pressão para que saia tudo perfeito e a expectativa de agradar o público são grandes. Quando anunciaram o prêmio me senti realizada”, declara Janaina.

As belezas brasileiras podem ser observadas nos tecidos, como o couro e a renda, no paisagismo com plantas nativas e um enorme aquário de peixes amazônicos. A arte nacional tem destaque com telas originais de Portinari, Di Cavalcanti e Poty, além de uma parede assinada pelo artista paranaense Eleutherio Netto, com fotos e arte indígena. Tudo tem um porque brasileiro de estar ali e o melhor, em um ambiente neutro que pode ser criado em qualquer lugar do mundo.

O corpo de jurados que elegeu a Sala Brasileiríssima como o ambiente mais sofisticado da mostra foi composto por Patricia Quentel (Franqueada da Casa Cor Rio), Maria Luisa Brandão (Franqueada Casa Cor Bahia), Rita Tristão (Franqueada Casa Cor ES), Lucas P. Wilmer (Franqueado Casa Cor SC), Jeferson Dantas Navolar (Presidente CAU), Silvia Pedroso Xavier (Diretora Regional ABD-PR), Maria Schwartsburd (Presidente do NUCLEO), Luiz Carlos Pelizzer (Presidente do Ponto de Apoio) e Luciano Lunardello (Presidente da BASE). Foram 15 premiações no total.