Que o grupo mexicano RBD quebrou barreiras entre os anso de 2004 e 2009, todo o mundo sabe. O que ninguém esperava é que após 08 anos da separação, os produtos relançados retornariam as plataformas digitais deixando o extinto sexteto em primeiro entre os mais vendidos do iTunes Brasil. Até o fechamento deste post, o álbum Nuestro Amor (2005) se encontrava em primeiro e o Celestial (2006) em terceiro lugar.

Ninguém sabe ao certo se todos os produtos do grupo serão relançados fisicamente ou digitalmente. O que se sabe até o momento: a força do RBD não acabou.

Na semana passada a música “Sálvame“, interpretada por Anahi no show de 2008, em São Paulo, apareceu de surpresa o que gerou expectativa dos fãs, até hoje a canção se encontra no TOP 20 do iTunes Brasil.

E nesta quarta-feira (26), o vídeo da música foi colocado no canal do YouTube do grupo. O show foi gravado em 2008,  no qual virou o DVD “Tour Del Adiós“.

Direitos autorais

Nunca se soube o motivo exato que deu fim ao grupo em 2008. Uns especulam brigas, outros carreiras solo, mas o que mais se fala são os direitos autorais do RBD. A banda pertencia ao selo da gravadora EMI e da rede mexicana Televisa. Com o fim da gravadora, os direitos foram vendidos a Universal Music, que hoje detêm também Anahi e Dulce Maria. Porém, contudo, todavia, os produtos estão sendo relançados somente com o selo Televisa e ninguém mais sabe o futuro dos produtos.

 

“Não é um adeus é um até logo”

No começo de abril, a Dulce Maria esteve na capital e o Curitiba Cult conversou com a cantora. Perguntada sobre uma das músicas lançadas pelo RBD a cantora diz: “é o nosso jeito de falar que não é um adeus, é um até logo”. Confira:

E aí, qual será os próximos passados do RBD? Resta esperar!