Neste final de semana, Curitiba recebe show de lançamento do disco Nova Música para Saxofone, reunião de 15 músicos da cidade com o objetivo de ampliar o espaço do saxofone dentro da produção erudita brasileira. Pode parecer até estranho, mas este instrumento esteve sempre ligado à produção popular, por isso, é preterido pelos músicos eruditos.

Na avaliação do coordenador artístico do disco, o compositor e saxofonista Sérgio Monteiro Freire, não houve, logo de início, produção grande o suficiente para que o instrumento fosse incorporado à tradição erudita como aconteceu, por exemplo, com o clarinete e a flauta. Durante um período após sua invenção, o sax foi quase rechaçado na música erudita. Nesse universo, ele acabou sendo colonizado por adaptações de outros instrumentos e, com isso, a ideia que se tem é que sempre correu atrás de outras sonoridades”, avalia. Esse cenário, segundo ele, está mudando. “Há algum tempo a produção contemporânea erudita para o saxofone está crescendo e propondo um leque maior de espaços para este instrumento”, diz.

As composições contemplam os quatro principais tipos de saxofone: alto, barítono, soprano e tenor. Há no disco duas composições para quarteto de saxofones que têm justamente o objetivo de explorar a linguagem de quarteto com os timbres destes tipos de instrumentos. Em outras peças, é acompanhado por piano, percussão, guitarra, voz e efeitos sonoros. A apresentação acontece no dia 13 de maio, no Centro Paranaense Feminino de Cultura, e no dia 14 de maio, no pequeno auditório do Tetro Positivo.

Serviço: Shows de lançamento do disco Nova Música para Saxofone

Quando: 13 de maio (sexta-feira), às 20h

Onde: Centro Paranaense Feminino de Cultura (Rua Visconde do Rio Branco, 1717, Centro)

Quanto: Entrada franca

Segundo show

Quando: 14 de maio (sábado), às 20h

Onde: Teatro Positivo – Pequeno Auditório (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300, Campo Comprido)

Quanto: Entrada franca