O espetáculo Pó de Carne encerra a temporada em Curitiba no Teatro Laboratório da Faculdade de Artes do Paraná (FAP/UNESPAR) no dia 12 de novembro. A peça utiliza do mito de Teseu e do labirinto do Minotauro como metáfora para abordar os conflitos internos. A fusão entre os corpos dos atores Everton Britto e Francisco Mallmann e a terra (cenário do espetáculo), enaltece a relação entre o espaço externo e a subjetividade humana, e explora a sensorialidade como principal elemento da encenação.

O trabalho é uma peça de conclusão de curso dos pesquisadores em Artes Cênicas, que contempla além dos estudos dos diretores Alexandre Lautert, Angela Stadler e Janaína Bacelo, o resultado das pesquisas individuais desenvolvidas nos quatro anos do curso pelos artistas envolvidos.

A dramaturgia utilizada no espetáculo Pó de Carne foi desenvolvida pelo diretor Alexandre Lautert durante sua participação no Núcleo de Dramaturgia SESI – Teatro Guaíra em 2013.

Segundo Francisco Mallmann, ator do espetáculo, a montagem tem referências que são bastante múltiplas e encontram espaço nesta montagem para estarem juntas. “A união do teatro do absurdo com a dramaturgia contemporânea e uma pesquisa sonora a partir de Iánnis Xenákis constroem um espaço bastante singular de criação”.

Peça Pó de Carne faz última apresentação em Curitiba – Serviço

Quando: 12 de novembro (quarta-feira)

Horário: 20h

Onde: Teatro Laboratório da Faculdade de Artes do Paraná (Rua dos Funcionários, 1756 – Cabral)

Ingressos: gratuito