Estreou nesta quinta-feira no Festival de Curitiba a peça Otelo. A adaptação do clássico de William Shakespeare, da Compañia Viajeinmóvil, de Santiago (Chile), inovou tendo bonecos como personagens. De acordo com o ator e diretor da peça, Jaime Lorca, a escolha pelas marionetes se deu a partir das cenas de violência presentes na obra original. “Aquilo que, feito por humanos, pode parecer ridículo ou grotesco, com as marionetes pode ser cruel e verdadeiro”, avalia.

A peça prendeu a atenção do público do início ao fim, com seus diálogos intensos, algumas vezes, engraçado, e momentos de silêncio, que aumentava o drama e deixava o público ainda mais atento.
Quem não fala espanhol não precisa se preocupar. Há um telão com a tradução dos diálogos.
A peça ainda será apresentada nesta sexta-feira, às 21h, no Guairão.
Rafaela Guimarães, especial para o Curitiba Cult.