No mundo existem apenas três problemas: os do mundo, os dos outros e os meus. Os problemas do mundo são aqueles chamados destino, “vontade de Deus”, consequências. São coisas que acontecem e que não controlamos e não podemos mudar.

O outro tipo, os problemas dos outros, também não controlamos, não mudamos o outro apenas porque queremos. Falar o quanto a pessoa teria benefícios se tivesse outra atitude não é suficiente para fazer alguém mudar. Ameaças também não trazem uma mudança verdadeira e duradoura, pode até causar mais problemas.

A única forma de fazer alguém mudar é convencer essa pessoa a mudar. E a única forma de convencer alguém a qualquer coisa é convencendo-a dos benefícios que ela terá com isso. Se os benefícios forem realmente motivadores, daí sim essa pessoa poderá mudar. Mas a grande questão é: porque queremos que alguém mude? Se essa pessoa for um problema na sua vida é mais fácil se afastar da pessoa do que tentar fazê-la agir da forma que você deseja, principalmente se só você percebe os benefícios dessa mudança.

Sabe aquele namorado, ou namorada, que todo mundo já teve e que pensávamos: “bem que ele poderia ser um pouco diferente nisso e naquilo, bem que ele poderia fazer isso.” Tenho certeza que você também já tentou mudar alguém, ou esperou que essa pessoa mudasse. Daí vem as desculpas: “ele age assim porque é imaturo”, “depois que ele se sentir mais seguro ele vai mudar”, ou “depois do casamento isso muda” ou ainda “quando for mais adulto vai mudar”. Não, não vai. Não existe jeito certo e jeito errado, existem tipos de pessoas com valores diferentes.

Não mudamos o outro, não temos esse poder. Ninguém muda facilmente. As pessoas mudam apenas se: passam por um grande susto, trauma e tomam consciência de que precisam mudar. Têm um grande ganho com a mudança, realmente importante e motivador e que muitas vezes envolve poder ou dinheiro. Ou se elas se sentirem motivadas a mudar e trabalharem duro para isso através da força de vontade ou terapias, cursos, retiros.

Mesmo que você perceba o quanto uma pessoa tem potencial para ter uma vida extraordinária, se ela não pedir sua ajuda, é pouco provável que reconheça tudo o que você fizer por ela. E quem sairá magoado da situação?

E o que nos resta fazer? Mudar nós mesmos, a nossa postura frente aos nossos problemas. Nos afastar de pessoas que não nos fazem bem, deixa-las sentir nossa falta e nos dar valor. Inspirar todas as pessoas com o nosso exemplo.

Se você estiver no meio de um problema que não consegue resolver, pense no que poderia fazer para que tudo melhorasse, não pense no que o outro poderia fazer, porque pode ser que ele não faça.

“Seja a mudança que você quer ver no mundo”. (Mahatma Gandhi)