Depois de muitos ferimentos, decidi aceitar: não era pra você ficar. Na verdade eu acho que não foi nem questão de aceitar, e sim de compreender. Você chegou, fez crescer um sentimento que quando amadureceu foi o mais lindo e sincero que já tive, porém todo ciclo de vida tem o seu declínio. E mesmo que ficar não fosse uma opção, hoje eu agradeço por você ter estado aqui.

Fomos um fragmento. Amamos muito, acredito que o máximo que pudemos. Dividimos noites, sussurros, e você era constantemente a causa dos meus sorrisos. Hoje eu sei que isso é lindo: ter alguém que te provoque os melhores sentimentos, que cumpra com a sua esperança de ser amado, preenchido, quisto. E você foi tudo isso. Temporariamente, mas foi.

Ficou o aprendizado. Ainda tento apagar os dias ruins, as situações chatas. Mas isso faz parte. Não era pra você ficar porque nós precisávamos daquilo que tivemos. Para nos amadurecer, nos modificar. Para nos fazer ver que a vida é feita de ontens e hojes.

Ontem era você, hoje sou eu.