Obras de nomes expressivos das artes plásticas paranaenses, entre eles Violeta Franco, Loio Pérsio, Geraldo Leão, Ronaldo Simon, Sofia Diminsky e Schwanke, estão expostas no Museu Municipal de Arte de Curitiba. As obras selecionadas pelo curador Luciano José Antunes fazem parte da coleção Jorge Carlos Sade, doada ao município pelo artista e galerista em 1988.

Na exposição, além dos trabalhos que representam principalmente o movimento artístico das décadas de 1970 e 1980, será possível conferir uma obra do próprio Jorge Sade, um dos primeiros galeristas curitibanos, proprietário da galeria Acaiaca, que funcionou durante 30 anos, até 2006, sendo uma importante referência não oficial do circuito das artes no Paraná.

Jorge Carlos Sade faleceu há um ano, em novembro de 2013, aos 86 anos. Na juventude foi aluno de Torstein, filho de Alfredo Andersen. Durante o período que se dedicou ao exército no Rio de Janeiro, entre 1950 e 1960, frequentou nas horas de folga a boemia carioca, onde conheceu e conviveu com muitos artistas famosos. Abandonou a carreira militar escolhendo ser artista e marchand.

Como artista visual participou da 7ª Bienal de São Paulo em 1963 e de dezenas de salões de arte. Como galerista, foi um descobridor e incentivador de talentos, e formou uma bela coleção de arte. Em 1988 doou várias obras de importantes artistas brasileiros para a Fundação Cultural de Curitiba, sendo que uma quantidade expressiva pode ser conferida nesta exposição. A coleção Jorge Carlos Sade é uma das várias coleções que compõem o acervo do Museu Municipal de Arte.

MuMA expõe obras da coleção Jorge Carlos Sade – Serviço

Quando: de terça a domingo até dia 1º de março de 2015

Onde: Museu Municipal de Arte de Curitiba – Portão Cultural  (Av. República Argentina, 3430 – Portão)

Horário: das 10h às 19h

Quanto: gratuito