Morada é um espetáculo de teatro/musical, sobre a vida de um homem contemporâneo. É uma metáfora do corpo como casa, morada do ser que se apaixona, questiona a existência de Deus e se prepara para a morte. Nosso homem/personagem fala por meio de canções, fragmentos de textos e sequencias de ações físicas. São quatro atores interpretando um mesmo homem, um monólogo polifônico.

A encenação busca criar um espaço cênico integrando a plateia na espacialidade dramática, possibilitando uma relação muito próxima das cenas. O jogo estabelecido entre a cena e a plateia faz com que os atores / personagens busquem nos olhares do público uma forma de compartilhar as suas próprias questões. Morada fala da busca pessoal do outro, a pessoa amada, e procura estabelecer atravessamentos afetivos nessas relações, contaminado a plateia com tudo o que pode reverberar do ato teatral, os sons, palavras, movimentos e canções. Morada busca afetar sensorialmente o publico presente.

Um dos pontos altos de Morada é a trilha sonora, executada ao vivo, com canções compostas por Batone Neto, arranjos e direção musical de Junior Pereira e preparação vocal de Márcia Kaiser. Ao todo são seis canções executadas pelos quatro atores que formam o elenco do espetáculo: Andrew Knoll, Fábiano Amorim, Kauê Persona e Wagner Corrêa.

Peça Morada – Serviço

Quando: de 17 a 28 de setembro

Onde: Companhia dos Palhaços (Rua Amintas de Barros 307, Centro)

Horário: às 19h e 21h

Quanto: R$10 e R$5

Classificação: 14 anos