Se você leu todos os outros posts a respeito de consumo consciente na moda até aqui e acha que ainda está difícil descobrir se uma marca usa ou não trabalho escravo em sua produção, esse app vai quebrar seu galho!

O Moda Livre é uma iniciativa da organização de jornalistas, educadores e cientistas de São Paulo, o Repórter Brasil, e foi criado para fazer parte da metodologia de pesquisa para medir e identificar trabalhos escravos no país.

Eles avaliaram diversas marcas de roupa que toparam participar de um questionário baseado em indicadores que consideram primordiais para detectar se um marca usa ou não mão de obra escrava em sua confecção. Foram eles:

1. Políticas: compromissos assumidos pelas empresas para combater o trabalho escravo em sua cadeia de fornecimento.

2. Monitoramento: medidas adotadas pelas empresas para fiscalizar seus fornecedores de roupa.

3. Transparência: ações tomadas pelas empresas para comunicar a seus clientes o que vêm fazendo para monitorar fornecedores e combater o trabalho escravo.

4. Histórico: resumo do envolvimento das empresas em casos de trabalho escravo, segundo o governo.

Com base nas respostas desse questionário, a empresa recebe avaliações de 3 categorias, verde, amarelo e vermelho, e elas representam o seguinte:

13036335_10153458019476770_1679242949_o

Com o resultado dessas avaliações, em outra aba do aplicativo, eles mostram um perfil das marcas apresentando seu histórico de acordo com que as empresas responderam. Olha aí a política de algumas delas:

app moda livre

Não são todas as marcas de roupa que estão por lá, mas há uma variedade muito interessante delas, desde fast-fashion à marca de roupa de supermercado e até grandes grifes. Veja se sua marca do coração não está por lá e como ela foi avaliada. 😉

Se quiser saber mais, acesse reporterbrasil.org.br e baixe o aplicativo de graça para Android o IOS.