Os curitibanos do Lou Dog se apresentam no domingo, dia 27 de julho, no Crossroads, a partir das 20 horas, e como convidado especial para esta edição, eles trazem seus conterrâneos doDjambi, um dos conjuntos pioneiros do reggae no sul do Brasil, que chega com novidades. O evento será uma ação solidária em prol do projeto “Barco Sorriso”, para ajudar na saúde bucal de crianças das regiões litorâneas do Paraná de difícil acesso. Para participar desse ato, os clientes da casa devem doar produtos/kit´s de higiene bucal. Os valores das entradas são: R$25,00 (masculino) e R$15,00 (feminino).

Rodolpho “Xaba” Grani (voz), Marcelo Nassar (baixo), Maurício Nassar (bateria), Denis “Magrão” Barbosa (guitarra) e Beto “Siri” Ribeiro (teclados) foram o Djambi. Na bagagem, o quinteto curitibano possui nada menos, que dez turnês internacionais representando o Brasil em diversos países, cinco CD´s, sendo três deles gravados em solo nacional, um na Suíça e outro nos Estados Unidos, dois  DVD´s  ao vivo,  gravados em Curitiba, além de realizar diversos shows mundo afora, entre eles, uma apresentação histórica para mais de 50 mil pessoas, na Virada Cultural de São Paulo, em 2010.

No ano passado, o grupo gravou o DVD ECO, ao vivo nas Ruínas de São Francisco, na capital paranaense, e lançou no mesmo ano com uma embalagem desenvolvida em contrapartidas sociais junto a comunidades carentes com materiais recicláveis e que também contém um documentário da banda.

Agora, o Djambi se prepara para relançar seus Cds seguindo esta mesma filosofia de sustentabilidade e quer continuar a conquistar novos territórios. Além dos hits clássicos da banda, como “Barca” e“Argamassa”, o grupo vai tocar novas músicas no palco do Crossroads, como “Surreal” e “Natureza”.

Enquanto isso o Lou Dog, formado por Thiago “Trosso” (guitarra e vocal), Guilherme Lepca (trombone e vocal), Lucas “Picanha” (guitarra e vocal), Eduardo “Sombra” (baixo e vocal) e André “Déko” (bateria), tem sete anos de estrada e ficou conhecido inicialmente como cover da banda californiana. Sem rótulos, a banda vai do reggae ao rock, passando pelo ska e até pelo punk. A combinação de uma pegada rock, um set list maciço e quatro vocais, renderam sucesso para o grupo, principalmente na cena curitibana, cativando um público fiel.

O grupo acaba de lançar o novo álbum, intitulado “Always Lost or Found”, terceiro trabalho da carreira que traz dez faixas inéditas e é basicamente um divisor de fases do quinteto curitibano. Como o nome e a arte indicam, ele é uma extensão do disco anterior, Never Odd or Even (2013), com músicas compostas na mesma época e que não haviam sido gravadas. Com produção da própria banda e masterizado pelo norte-americano Chris Common, que já trabalhou com bandas como The Mars Volta, o disco traz uma mistura de estilos, porém mais tranquilo e melódico, e dá um toque do que está por vir, um Lou Dog com uma pegada mais experimental. Participações também marcam o novo trabalho, como do JP Branco, do Abraskadabra, no trompete, Chico Han, do Samurindios, na flauta transversal, Felipe Harp, do The Beautiful Girls, na gaita. Além deles, o dj curitibano Etê participa em duas faixas, “Shadows Dub” e “Herbert Richards”. A música “Sunny Days”, feita com exclusividade para o vídeo do projeto “Viver Vale a Pena”, do Hospital Nossa Senhora das Graças, completa o disco. Além das músicas inéditas, promete fazer parte do repertório alguns hits da banda como “Stevie Wonder hates me” e “Up The Hills Jah Is Romario”.

SERVIÇO

Lou Dog e Djambi em prol do Barco Sorriso

Quando: 27 de julho (domingo)

Onde: Crossroads (Avenida Iguaçu, 2310)

Horário: 20h

Quanto: R$25,00 (masculino) e R$15,00 (feminino)

Vendas: No local

Mais informações: (41) 3243-3711

Classificação: 18 anos