Não é novidade para ninguém que a Internet, sem dúvidas, mudou o mundo e também a vida de todos. Por causa dela, podemos nos conectar de maneira mais rápida às pessoas, encontrar e compartilhar conteúdo mais fácil e dividir diversas informações de maneira beeeem mais rápida. O problema é que nem todas essas mudanças são positivas. Sem melhor instrução e sem os cuidados necessários, essas vantagens da comunicação podem acabar se tornando um baita problema para a segurança de quem gosta de navegar pela interwebs. Precisamos lembrar que muitos momentos de nossas vidas e até mesmo informações privadas são transferidas para as famosas redes sociais.

E é pensando em criar mecanismos para que o mundo online seja cada vez mais democrático, diverso, seguro e que propague os direitos humanos, a Insafe teve a iniciativa de criar o Dia da Internet Segura, em 2004. A data é uma iniciativa anual e tem como principal objetivo envolver e unir os diferentes públicos para promover atividades de conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável da internet. O dia é sempre celebrado na primeira terça de fevereiro de cada ano, e em 2018 o tema é “Crie, conecte e compartilhe respeito: uma internet melhor começa com você”. O mais legal, é que o começou como uma campanha para aumentar a conscientização sobre a segurança da Internet há mais de 10 anos na Europa, agora cresceu e é celebrado em mais de 100 países em todo o mundo!

Ok… mas como eu posso participar?

A ONG responsável por coordenar as ações do Dia Da Internet Segura no Brasil, a Safernet, tem no seu site diversos materiais e guias de ações para que mais e mais pessoas possam se engajar com a causa. No geral, as atividades sugeridas focam em levar a discussão para espaços de educação de jovens e adolescentes. Há, também, diversos materiais, cartilhas, apostilas e planos de aula para quem estiver interessado em levar a discussão para seus espaços. Então, se você tem interesse em levar a discussão de proteção de direitos humanos na internet é só tirar alguns minutos do dia para ler as dicas no safernet e se esforçar para implementá-las no dia a dia!

Uma outra maneira de participar, é doando e agendando posts em suas redes sociais ou blogs, ou até mesmo na site do Thunderclap, que é uma ferramenta utilizada para causas sociais onde é possível agendar posts para uma determinada causa, inclusive do dia da internet segura. Quando o número de apoiadores necessário para uma causa é alcançado, a mensagem é publicada no Facebook ou Twitter de todos ao mesmo tempo, ajudando a ultrapassar a barreira do excesso de informações nos murais das redes sociais, ou seja, torna quase impossível que as pessoas não sejam atingidas!

Por último, mas não menos importante, para podermos construir uma internet mais positiva, é de extrema importância que levemos a discussão da necessidade da proteção dos direitos humanos na internet. “Mas por que?” Ora, porque assim é possível criar mecanismos para combater a disseminação dos discursos de ódio, o cyberbullying, o sexting e os diversos outros problemas recorrentes decorridos do mau uso da internet!

As ações desenvolvidas em Curitiba e no Paraná podem ser encontradas neste link. Caso tenha interesse em participar de alguma ação, ou criar uma, entre cadastre neste link ou entre em contato com o Embaixador do Dia da Internet Segura do Paraná.

Participe da campanha e incentive a discussão em suas redes sociais, sites e blogs e utilize a hashtag #SID2018. A construção de uma internet mais livre, democrática e diversa depende de cada um de nós!