“O Negrinho do Pastoreio” é uma das peças da programação no “II Festival de Teatro Infantil – Brinque, Lendas Brasileiras”. O projeto, que estreou em março em Curitiba, segue até agosto. Com realização do Ministério da Cultura, apresentação da Montenegro Produções Culturais e apoio do Hospital Pequeno Príncipe, a lenda autêntica gaúcha ganha uma versão inédita da Mataveri Produções Culturais e Cia Pé No Palco. O espetáculo será encenado neste sábado e domingo, dias  27 e 28 de junho, no palco do Teatro Bom Jesus, às 16 horas. Toda a renda da bilheteria será doada ao Hospital Pequeno Príncipe.

O Negrinho do Pastoreio é uma adaptação do texto de Simões Lopes Neto e tornou-se uma das mais conhecidas lendas do folclore gaúcho, que conta a dura vida de um pequeno menino escravo que vivia numa estância no interior do Rio Grande do Sul. Mesmo maltratado pelo seu patrão, nunca desistia de seus afazeres e de seu amigo inseparável: o Cavalo Baio. Negrinho do Pastoreio também é conhecido como procurador de coisas perdidas.

Uma história de superação e fé, apresentada de forma mágica pelos atores Helena Portela, Léo Moita e Marcel Szymanski. A montagem se passa nos terrenos verdes do pampa, onde mora o menino Querêncio, que acaba de perder um objeto muito importante. Sua madrinha sabe quem poderá ajudá-lo: o Negrinho do Pastoreio, que com a ajuda da Nossa Senhora, vai resolver todo esse mistério. 

Desenvolvido em parceria com o Hospital Pequeno Príncipe, o projeto inclui contações de histórias e apresentações gratuitas na Associação Eunice Weaver, que promove a pesquisa científica e o atendimento médico, educacional e social a crianças e adolescentes, com prioridades aos filhos sadios de hansenianos.

Serviço – Festival de Teatro Infantil

Data: 27 e 28 de junho de 2015 (sábado e domingo)

Onde: Teatro Bom Jesus (Rua 24 de maio, 135)

Horário: 16h

Quanto: R$16,00 (inteira) e R$11,00 (meia-entrada)

Foto: Valterci Santos