A 25ª edição do Festival de Curitiba está chegando! Para você se preparar para o evento, que começa no dia 23 de março, o Curitiba Cult, junto com o Festival, vai trazer para você as notícias mais frescas. Vem com a gente porque faltam apenas 06 dias!

Eles não usam tênis naique

“Eles não usam tênis naique” é o mais novo espetáculo da Cia Marginal, grupo teatral que surgiu no complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro, há dez anos e está na programação da Mostra 2016 do Festival de Curitiba. A montagem se passa numa favela do Rio de Janeiro, onde um pai e uma filha se reencontram depois de muitos anos. Ele foi traficante nos anos 80, quando o movimento ainda mantinha um vínculo moral com a comunidade; e ela é uma jovem traficante nos dias atuais. O espetáculo gira em torno de um embate ideológico entre os dois personagens, apresentando um panorama do tráfico nas favelas.

Gastronomia com sotaque francês

O francês Emmanuel Bassoleil, um dos convidados do Gastronomix, festa da alta gastronomia do Festival de Curitiba, é chef executivo e responsável pela gastronomia do Hotel Unique e do Skye Restaurante e Bar, em São Paulo, tem 37 anos de experiência e vários prêmios por seu trabalho. Por 14 anos foi chef e proprietário do Restaurante Roanne – no Jardim Paulista –, quando foi eleito Melhor Chef do Ano em 1993. É um dos fundadores da Associação Brasileira da Alta Gastronomia e foi o primeiro chef do Brasil a receber a Ordem da Academia de Culinária da França, em 1998. O Gastronomix acontece no último fim de semana do Festival de Curitiba, no Museu Oscar Niemeyer.

Ricardo Thomé, um dos melhores malabaristas do Brasil

NR-132

Uma das atrações do MishMash, mostra de variedades do Festival de Curitiba para toda a família, Ricardo Thomé é considerado um dos melhores malabaristas do Brasil. Ele une carisma, música e variadas técnicas, com bolinhas, claves, argolas e chapéus. “Esse artista traz números de grande impacto visual, utilizando sempre o humor como meio de comunicação”, diz o curador do evento Rafael Barreiros, também mestre de cerimônias, como o Palhaço Alípio. O MishMash acontece neste ano no último fim de semana do Festival de Curitiba, dia 2 e 3 de abril, às 20h no sábado e às 18h no domingo.

Mostra Novo Teatro Português

O Fringe recebe, pela primeira vez, uma mostra internacional, o Novo Teatro Português. Com curadoria de Hugo Cruz, a seleção revela novas tendências da criação artística contemporânea em Portugal. A partir da apresentação do espetáculo “Sal”, do Teatro do Frio, e de debates, a programação vai proporcionar o contato com projetos de novos artistas portugueses.

Minicurso sobre Shakespeare lotado

O minicurso gratuito Shakespeare 400, que será realizado nos três primeiros dias do Festival de Curitiba como parte da Mostra 2016, estão com as inscrições encerradas. Com lista de espera, o curso já teve todas as vagas preenchidas. Nas palestras que compõem o minicurso, três obras do bardo inglês que estarão na Mostra 2016 – “Hamlet”, “Macbeth” e “Medida por Medida” – serão analisadas por três das principais especialistas em Shakespeare de Curitiba: Célia Arns de Miranda e Liana de Camargo Leão, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e Anna Stegh Camati, da Uniandrade.

Modas de viola dão o tom de “O Causo é o Seguinte”, atração do Fringe deste ano

Prosa e canto estão juntos em “O Causo é o Seguinte”, espetáculo musical com o ator Richard Rebelo e o Trio Caipora, composto pelos músicos Daniel Farah, Du Gomide e Erico Viensci. Uma das atrações do Fringe deste ano, a montagem revisita a história musical e literária do Brasil com causos e modas de viola. “O Causo é o Seguinte” tem apresentações no dia 2 de abril, às 16h, e no dia 3 de abril, às 11h, no Ave Lola Espaço de Criação (R. Portugal, 339 – São Francisco). Os ingressos custam R$ 30 (inteira).

Do causo para a Ilíada

O ator Richard Rebelo, de o “O Causo é o Seguinte” também poderá ser visto na Mostra Ilíadahomero, interpretando o canto 16 da Ilíada, clássico do poeta grego Homero, com apresentações no dia 29 de março, às 17h, com reapresentação no dia 3 de abril, dentro da grade de programação da Mostra, que ganha espaço na Sala Londrina, no Memorial de Curitiba (R. Dr. Claudino dos Santos, 79 – Largo da Ordem).

A programação completa do Festival de Curitiba e informações das vendas de ingressos você pode conferir aqui.