O cinema nacional vem se mostrando em expansão constante neste ano de 2017. Deixou de lado aquela velha característica de só fazer comédia e romances, um tanto quanto duvidosas, e foi além. Tornou-se reconhecido pelos dramas e vem mandando muito bem, mas nada que impeça de explorar outros horizontes. Surge então um estilo de filme voltado ao público adolescente e Fala Sério, Mãe! é o mais novo exemplar.

Fugindo um pouco da temática mais “bobinha” presente em obras do gênero, o longa que será lançado nesta quinta (28) se encaminha para diferentes públicos. Tanto funciona para as jovens na casa dos 15 anos quanto para as mães destas mesmas moças, existe identificação para ambas.

Baseado no livro escrito por Thalita Rebouças e tendo Larissa Manoela e Ingrid Guimarães como protagonistas, a abordagem de Fala Sério, Mãe! mostra o relacionamento entre mãe e filha ao passar dos anos até chegar na difícil fase da adolescência. A direção é de Pedro Vasconcelos, dono de longa carreira nas novelas e que recentemente dirigiu a regravação de ‘Dona Flor e Seus Dois Maridos’.

Fala Sério, Mãe! é o livro mais vendido de Thalita, escritora responsável por 22 obras e a mais popular neste segmento. Já é sua segunda adaptação, logo após ‘É Fada!’ e antecedendo ‘Tudo Por um Pop Star’ que estreia no ano que vem (existe aqui referência à esta obra).

Para estrelar o longa foram escolhidos dois nomes de peso: a atriz brasileira mais vista nos cinemas e a jovem mais popular do momento no país. Com longa carreira e veia humorística, Ingrid Guimarães fez sucesso nos cinemas com ‘De Pernas pro Ar’. Enquanto Larissa Manoela se popularizou como Maria Joaquina em ‘Carrossel’ e já protagonizou um filme neste ano com ‘Meus 15 anos’.

Apesar de toda resistência recente do público para com obras brasileiras, Fala Sério, Mãe! se projeta em um novo caminho. Não apresenta humor forçado, vocabulário chulo, tramas fracas ou demais características que infelizmente marcaram nosso cinema nos últimos anos. O que aparece por aqui é uma retratação minuciosa em forma de dramédia de como é ser mãe e lidar com maternidade, assim como o que é ser filha e lidar com a juventude. Com boas atuações de Ingrid e Larissa, temos em Fala Sério, Mãe! aquele filme família; de fácil identificação e aceitação.

Nota: 6,5

Trailer – Fala Sério, Mãe!