Sempre que possível, gosto de relacionar minha coluna com temas factuais. Neste final de semana, por exemplo, teremos uma das corridas mais famosas do automobilismo mundial: as 500 milhas de Indianapolis.

Tá certo que aqui no Brasil a corrida não era tão conhecida assim até o final dos anos 90. Tudo mudou quando um certo rato, bicampeão mundial de Fórmula 1, passou a correr nos Estados Unidos.

E em 1989 Emerson Fittipaldi, pioneiro brazuca na categoria mais famosa do automobilismo (e que está para receber um filme em breve sobre a vitoriosa carreira), fez seu nome nos Estados Unidos e conquistou a primeira das sete vitórias brasileiras no mais famoso circuito oval norteamericano.

Para deixar os apaixonados pelo automobilismo no clima da 96ª edição das 500 milhas que acontece no próximo domingo, falarei de alguns jogos que vão servir para deixar os leitores no clima da corrida neste final de semana. Afinal, cultura gamer também é cultura e tem destaque nessa nossa tabelinha de toda quinta-feira de manhã.

O avô de todos

Indianapolis_500_The_Simulation_cover

Indianapolis 500 foi lançado em 1989. Foi o primeiro simulador de Fórmula Indy lançado para os computadores. Na época o sistema vigente ainda era o MS/DOS.

Apesar dos poucos recursos gráficos da época, o game não fazia feio. E dava a possibilidade do jogador correr as 200 voltas no mítico circuito. Qualquer batidinha já causava um grande estrago e era para poucos completar o desafio ileso contra outros 32 concorrentes. Controles simples, som precário, mas diversão garantida. Precisava de mais?

O Leão em plena forma

Mansell Indy

Nigel Mansell já tinha carimbado um jogo para a Fórmula 1 no Super Nintendo em 1992. Pois, após a passagem vitoriosa pelos Estados Unidos, a Acclaim resolveu lançar em 1994 para Super Nintendo e Mega Drive um jogo de Fórmula Indy cujo astro principal era ninguém menos que o Leão.

Joguei algumas vezes a versão de Mega e tive boas horas de diversão. Controles simples, dificuldade interessante especialmente nos circuitos mistos. Nos ovais era moleza. Era só virar pra esquerda que estava tudo certo.

Todas as pistas do campeonato de 1993 estavam disponíveis exceto… justamente ela. Indianapolis, infelizmente, estava de fora. Questão de direitos talvez. Mas, mesmo sem ela, os pegas proporcionados por esse jogo garantiam boas horas de entretenimento.

Indy Car Racing e o fim de uma era

A série teve dois jogos. O segundo marcou época e tem lugar entre os melhores jogos do gênero.

A série teve dois jogos. O segundo marcou época e tem lugar entre os melhores do gênero.

A série mais famosa dedicada a essas máquinas ferozes foi, sem dúvida, Indy Car Racing. As duas edições foram lançadas em um curto espaço de tempo: 1993 e 1995 respectivamente. E, assim como a maioria dos simuladores, dava a chance de disputar uma temporada inteira da categoria.

Foram os dois melhores jogos desse gênero. Especialmente, o segundo é que deixa saudades nos fãs até hoje. Tanto pelos gráficos como pela sensação de velocidade.

É claro que foram lançados vários games, mas aqui no Brasil, infelizmente, não tiveram tanta notoriedade. De toda forma, esses que indiquei já servem como ótimo aperitivo para conhecer um pouco mais dessa categoria histórica marcada por grandes disputas, alta velocidade e muita emoção.