Na noite da última quinta-feira (07), Zélia Duncan e Zeca Baleiro apresentaram um show intimista para o público que lotou o Teatro Guaíra. Em perfeita sintonia, a dupla cantou seus maiores sucessos, parcerias recentes e músicas de outros compositores brasileiros.

A apresentação, que não está vinculada a nenhum lançamento recente dos músicos, foi montada quando eles receberam um convite para tocarem juntos em Salvador, em janeiro. Eles gostaram tanto que resolveram repetir a dose três meses depois, em Porto Alegre, e agora começam oficialmente uma turnê que os levará a Florianópolis, Natal, Rio de Janeiro e São Paulo.

“Tratando-se desse show, as pessoas sempre perguntam ‘por quê?’, aí eu respondo ‘por que não?'”, conta Zélia, emendando: “Quem faz muita coisa sempre tem tempo para fazer outra. Nós somos dois vira-latas puros”.

Alternando entre duetos e momentos solitários, os artistas interagiram com o público e contaram histórias pessoais. Zélia ofereceu “Mulheres”, consagrada na voz de Martinho da Vila, ao companheiro. Zeca cantou “Nos lençóis desse reggae”, ressaltando que essa foi a primeira música de Zélia Duncan que ouviu, antes mesmo de conhecê-la.

Também fizeram parte da setlist “Museu Íntimo”, “Fox Baiano” e “Escancarado”, três criações recentes, feitas para a turnê.

Para o bis, foram reservadas “Catedral” e “Telegrama”. A dupla deixou o palco após quase duas horas de show.

Confira a setlist completa do show:

Zélia Duncan e Zeca Baleiro

Pássaro (Sá/Guarabyra) Curare (Bororó)

Tudo sobre você (Zélia Duncan/John Ulhoa)

Se um dia me quiseres (Zeca Baleiro/Zélia Duncan)

Alma Nova (Zeca Baleiro/Fernando Abreu)

Grilos (Erasmo Carlos/Roberto Carlos)

Mulheres (Toninho Geraes)

O amor é velho-menina (Tom Zé)

Fox baiano (Luiz Galvão/Zélia Duncan/Zeca Baleiro)

Zélia Duncan (solo)

Tevê (Zeca Baleiro/Kléber Albuquerque)

Eu queria ela (Riachão)

Me revelar (Zelia Duncan/Christian Oyens)

Quase nada (Zeca Baleiro/Alice Ruiz)

Zélia Duncan e Zeca Baleiro

Museu Íntimo (Zélia Duncan/Zeca Baleiro)

Escancarado (Zélia Duncan/Zeca Baleiro)

Zeca Baleiro (solo)

Não vá ainda (Zelia Duncan/Christian Oyens)

Opus 2 (Antonio Carlos & Jocáfi)

Babylon (Zeca Baleiro)

Nos lençóis desse reggae (Zelia Duncan/Christian Oyens)

Zélia Duncan e Zeca Baleiro

O natureza das coisas (Accioly Neto)

Sentidos (Zelia Duncan/Christian Oyens)

Bandeira (Zeca Baleiro)

Catedral (Tanita Tikaran em versão em português de Christiaan Oyens)

Telegrama (Zeca Baleiro)