Estreou nessa quinta (28) a comédia Pai em Dose Dupla, dirigida por Sean Anders e protagonizada por Will Ferrell e Mark Wahlberg. A trama conta a vida do padrasto Brad (Ferrell) que luta para ser considerado um pai pelos dois filhos de sua esposa. Quando então o pai biológico das crianças (Wahlberg) aparece e começa a conflitar sobre quem deve ser o ‘homem da casa’.

O filme é um bom exemplar de comédias de qualidade, algo que está em falta no gênero há muito tempo, sendo poucas às quais temos oportunidade de assistir nos últimos anos. Sem se preocupar com inovação ou com rotular o humor utilizado, Pai em Dose Dupla funciona bem com os excessos e clichês. Muitas piadas adultas, nonsense e humor escrachado ditam o tom do longa.

Sean Anders é conhecido em Hollywood por se dedicar sempre às comédias, tanto como diretor quanto como roteirista. Aqui ele assume as duas funções e com primor, fazendo valer o mérito que recebeu após trabalhos de qualidade parecida em ‘Sex Drive’ e ‘Este é o Meu Garoto’. Anders sabe dosar bem tudo em cena, com timing cômico exato e sabendo aproveitar da qualidade dos atores principais.

SAN DIEGO - JULY 23: Actors Will Ferrell (L) and Mark Wahlberg attend Maxim, Ubisoft, and Sony Pictures Celebrate the Cast of "The Other Guys" at Comic-Con 2010 held at Hotel Solamar on July 23, 2010 in San Diego, California. (Photo by Robert Benson/WireImage)

Will Ferrell e Mark Wahlberg já atuaram juntos no ótimo ‘Os Outros Caras’ e aqui repetem a dupla. Enquanto o primeiro é um dos melhores comediantes da atualidade, o segundo é o ator de ação que de vez em quando aparece em algumas produções interessantes. Juntos eles dão o contraste que o filme precisava: um meio abobado e avacalhado, outro fortão e destemido. Cada qual aproveitando disso para fazer valer a comicidade e complementando um ao outro essencialmente. É preciso dar destaque aos dois filhos interpretados por Scarlett Estevez e Owen Vaccaro.

Ponto forte

Pai em Dose Dupla é uma comédia excelente, algo bem inédito ultimamente, mostrando o quanto é importante se divertir. Aqui não é preciso muito esforço, pois as piadas são fáceis e o humor é rápido. E não é um problema, já que diretor e atores sabem aproveitar e transformam o tal clichê esperado em diversão.

Ponto fraco

A necessidade de concluir a trama de forma emocional e didática foge de todo o enredo sem noção desenvolvido. O preciosismo de mostrar que tudo dá certo e como todos terminam acaba tirando o glamour conclusivo dessa comédia.

Nota: 7,5

Trailer – Pai em Dose Dupla (Daddy’s Home)