Chega aos cinemas brasileiros nesta quinta (12) o versátil Golpe Duplo, um romance/comédia/suspense sobre trapaceiros. A direção ficou por conta da dupla Glenn Ficarra e John Requa, enquanto o elenco é encabeçado por Will Smith, Margot Robbie e o brasileiro Rodrigo Santoro.

A trama acompanha um grupo especializados em pequenos furtos comandado por Nicky (Smith). Jess (Robbie) se oferece para entrar no tal grupo e a partir daí todo um relacionamento cheio de problemáticas surge entre os Nicky e Jess.

É interesse assistir a obras com conteúdo original para oferecer. Ainda mais quando conseguem ser de tamanha versatilidade como Golpe Duplo é. Ao decorrer de toda a trama há euforia e suspense, assim como toda a relação dos protagonistas é típica de um romance e as boas tiradas dos personagens garantem cenas divertidas.

A dupla Glenn Ficarra e John Requa, escolhidos para a direção, ainda é nova em Hollywood e segue em boa crescente após o mediano “O Golpista do Ano” e o excelente “Amor a Toda Prova”, duas comédias com focos diferentes: drama no primeiro e romance no segundo. Em Golpe Duplo eles dão mais um passe adiante ao conseguir intercalar tão bem diferentes gêneros em única uma trama.

A escalação de Will Smith e Margot Robbie serviu para reafirmar o ator nas telonas após o fiasco de “Depois da Terra” e para destacar ainda mais a atriz depois da excelente atuação em “O Lobo de Wall Street”. A química dos dois é incrível: parece que foram feitos para os papéis, com ótimos timings e presença. Já Rodrigo Santoro, apesar de não ter tanto destaque e se mostrar um pouco comedido, foi uma grata surpresa.

Ponto forte

Golpe Duplo é um entretenimento de alta qualidade, muito bem amarrado e cheio de suspense. Destaque especial para as ótimas cenas dos roubos.

Ponto fraco

O filme tem alguns problemas sérios de encaminhamento, com altos e baixos. Se ele começa acelerado, perde o ritmo logo em seguida, ficando cansativo, e recupera lá na frente.

Nota: 7,5

Trailer – Golpe Duplo (Focus)