Para festejar a maioridade completada no último dia 7 de outubro, o Coral Brasileirinho preparou uma verdadeira viagem musical com o espetáculo “Você já foi à Bahia?”, em homenagem ao centenário de nascimento do compositor baiano Dorival Caymmi. As apresentações acontecem no Auditório Poty Lazzarotto do Museu Oscar Niemeyer (MON), às 18h de sábado (29) e às 16h de domingo (30), além de ensaio aberto gratuitamente ao público, às 20h desta sexta-feira (28).

O Brasileirinho, sempre renovando seus integrantes ao longo destes 21 anos, tem como matéria-prima a música popular brasileira. O contato com essa maravilhosa diversidade musical, associada à pluralidade de talentosos compositores, permitiu que os jovens cantores do Brasileirinho descobrissem um Brasil que se descortina nas letras, melodias e ritmos dessas músicas.

E todo o encanto do grupo, atualmente com 27 cantores, pode ser conferido no show “Você já foi à Bahia?”. Para quem já conhece aquele estado ou para quem nunca foi até lá, as 14 composições do repertório respondem muito bem a essa pergunta, por meio da genialidade com que o mestre Caymmi retratou sua história de vida, transformando em música a paisagem, a culinária, as mulheres dengosas e os pescadores da Bahia.  O grupo tem o acompanhamento dos músicos Cristina Castro Loureiro (piano e teclado), Bruno Karam (baixo elétrico), Johnny Dionysio (bateria) e Luís Rolim (percussão).

Um pouco de história

Mantido pelo Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), órgão responsável pela gestão da área musical da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), o Coral Brasileirinho nasceu em plena primavera, no dia 7 de outubro de 1993, formado por crianças com idades entre oito anos e 13 anos. A proposta de recriar a canção popular urbana brasileira, por meio de arranjos que valorizam o potencial cênico das composições, levou o grupo a se apresentar por todo o Paraná e também em outros estados.

Coral Brasileirinho comemora 21 anos com homenagem a Caymmi – Serviço

Data: dias 28, 29 e 30 de novembro (quinta, sexta e sábado)

Onde: Auditório Poty Lazzarotto do Museu Oscar Niemeyer – MON (Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico)

Horário: dia 28 às 20h, dia 29 às 18h e dia 30 às 16h

Quanto: dia 28 gratuito, dia 29 e 30 com ingressos a R$10 a inteira e R$5 a meia-entrada

Créditos: Alice Rodrigues