De volta ao samba, o disco “Coração a Batucar” de Maria Rita vem com muito gingado e personalidade, um samba diferente e especial, interpretado por uma das maiores cantoras do nosso país. O disco concretiza mais uma vez a competência e beleza do samba cantado por Maria Rita, em meio a sofisticados instrumentistas que vestem cada canção em sua atmosfera encantadora.

capa_cd_MariaRita_divulgacao_140306Está não é a primeira vez que Maria Rita se aventura no universo do samba, seu terceiro álbum de carreira “Samba Meu” de 2007, fez um estrondoso sucesso de critica e publico, sendo lançado simultaneamente em vários outros países, arrematando elogios de varias categorias, firmando a competência e versatilidade da cantora.

No ano de 2012, Maria Rita percorreu o Brasil com um projeto especial dedicado a sua mãe, Elis Regina, onde a cantora interpretava as canções gravadas por Elis, o que visivelmente em reflexo ao trabalho, agregou a maturidade da interprete, com releituras particulares e emocionadas. O projeto foi registrado em CD e DVD.

“Coração a batucar” é o quinto disco de estúdio da carreira da cantora, o ultimo foi “Elo” de 2011. o trabalho se abre com o “Meu samba, sim, senhor (Fred Camacho, Marcelinho Moreira e Leandro Fab) mostrando toda a devoção e respeito dedicado a este trabalho, ao toque do surdo e da cuíca. “Mais uma vez aqui estou, não vou negar, eu vou representar com todo meu amor, cantando por aí, levando a alegria pro meu povo, não há, nada que me faça mais feliz, é tão encantador! Meu samba, sim senhor!”.

Um trabalho delicado e emocionado de Maria Rita dedicado exclusivamente para o samba, com ótimos compositores como Arlindo Cruz e Gonzaguinha. Uma devoção levada a serio, “coração a batucar” é daqueles discos que não podem faltar no som de casa, num almoço de domingo com a família reunida, samba de gente grande com critica social, samba que Maria Rita se apropriou, e o mérito é todo dela, e quem se deleita é a gente.

Por Bruno Bueno Requena

You have Successfully Subscribed!