No próximo dia 29 de março, a Companhia Negra de Teatro estreia “Chão de Pequenos”, o primeiro espetáculo de seu repertório, no Festival de Curitiba, dentro da programação da Mostra Fringe. A montagem, dirigida por Tiago Gambogi e Zé Walter Albinati segue em temporada até o dia 1º de abril no Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto, o Mini-Guaíra, do Centro Cultural Teatro Guaíra.

No palco, os atores Felipe Soares e Ramon Brant contam a história de dois jovens, Lucas Silva e Pedro Henrique, entre a infância e a adolescência, marcados pela orfandade e o abandono da própria família. Dos orfanatos às ruas das grandes cidades, a fábula dos dois garotos revela a importância da empatia, do diálogo e do afeto nos dias atuais, numa sociedade marcada pela intolerância e pelo preconceito.

Inicialmente criada como cena curta, “Chão de Pequenos” foi a grande vencedora da 6ª edição do FESTU – Festival de Teatro Universitário, no Rio de Janeiro, prêmio que garantiu a sua estreia como espetáculo no Festival de Curitiba. A proposta de montagem teve início em 2013, a partir de experimentações desenvolvidas pelos atores no Cefar – Centro de Formação Artística do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

Toda a dramaturgia de “Chão de Pequenos” é baseada em histórias reais, dentro de um intenso processo de pesquisa em que foram realizadas entrevistas com várias famílias e pessoas que têm relação com o tema da adoção. A partir dessa pesquisa, Felipe e Ramon convidaram a escritora Ana Maria Gonçalves para desenvolver cenas que abordassem essa temática, e também a diretora, atriz e dramaturga, Grace Passô, que realizou um trabalho prático com a equipe de criação em sala de ensaio.

O encontro entre os diretores Tiago Gambogi e Zé Walter Albinati surgiu a partir de um convite dos próprios atores, que perceberam nas diferenças estéticas entre os dois criadores a potencialidade de uma parceria. Mineiro radicado na Inglaterra, Tiago Gambogi desenvolve seu trabalho de performance e teatro físico junto à companhia F.A.B. – THE DETONATORS. Já Zé Walter Albinati é integrante da Companhia Luna Lunera, de Belo Horizonte, que tem como eixos de pesquisa a investigação de dramaturgias autorais e processos criativos compartilhados.

A trilha sonora do espetáculo foi criada pelo músico Barulhista e constrói uma camada essencial da dramaturgia, a partir de sons urbanos e cotidianos, mesclados aos áudios das entrevistas gravadas durante a pesquisa para a montagem. Já os figurinos, assinados por Bárbara Toffanetto, foram inspirados por encontros com garotos que vendem balas no sinal de BH, sendo um elemento plástico também importante para a construção dramatúrgica da montagem.

A cenografia aposta numa artesania precária e na ausência de muitos objetos em cena, para evocar as potencialidades que o jogo corporal exerce dentro da encenação. A equipe de criação de “Chão de Pequenos” conta ainda com a presença da iluminação de Cristiano Diniz, da produtora Aline Vila Real, do Grupo Espanca, e do crítico teatral Bremmer Guimarães, responsável por realizar registros poéticos do processo criativo do espetáculo.

A programação completa do Festival de Curitiba e informações das vendas de ingressos você pode conferir aqui.

Serviço – Espetáculo “Chão de Pequenos” na Mostra Fringe

Quando: de 29 de março a 1º de abril (quarta a sábado)

Onde: Mini-Guaíra (Centro Cultural Teatro Guaíra)

Horários: Quarta-feira às 12h; quinta às 15h; sexta às 18h; e sábado às 21h

Vendas: R$10,00 (inteira) e R$5,00(meia)

Foto: Lucas Brito