O Clube da Colagem de Curitiba inaugura nessa sexta (29) a exposição inédita “A Imagem Retroalimentada”, no Museu da Gravura, no Solar do Barão, com a produção coletiva do grupo formado afim de se expressar artisticamente a partir da linguagem da colagem. Trabalhando com formas estéticas e técnicas de expressão consideradas ultrapassadas, as 28 obras unem a paixão pela colagem com um diálogo com o presente.

O Clube, formado em 2016, conta com artistas com conceitos sociais e políticos em comum, com três nomes já conhecidos na cena artística brasileira: Alan Amorim, Bomju Coelho e Mário de Alencar. “O que nós fizemos foi criar um novo mundo de possibilidades para a colagem“, afirma Mário de Alencar. “A gente sempre buscou se aventurar no limite entre a colagem e outras linguagens artísticas. Faz parte de um conceito de colagem em campo expandido que desenvolvemos“.

A pandemia mudou a forma de trabalho do grupo, que deixou de contar com reuniões presenciais para desenvolver as peças. “Nós idealizamos um processo bem coletivo e de reuniões presenciais constantes, mas com a pandemia, mudamos nossa forma de trabalhar“, declarou o artista Alan Amorim. “Nossas reuniões passaram a ser todas online e tivemos que enviar materiais, matrizes, carimbos e obras de um artista para o outro, para que o trabalho continuasse a ser coletivo“.

Para Bomju Coelho, a nova forma de trabalhar trouxe várias alterações para a exposição, resultando na importância do conceito de ressignificação das técnicas utilizadas. “Essa exposição é o resultado de uma edição e reedição realizadas infinitas vezes, o que tem a ver com o conceito do trabalho de experimentar várias técnicas e significados de uma mesma obra“, afirma.

A exposição “A imagem Retroalimentada” ficará em cartaz do dia 29 de julho ao dia 26 de setembro, das 12h às 18h, com visitação livre e gratuita ao público, respeitando os protocolos de segurança estipulados pela Prefeitura de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba.

Serviço – Exposição “A imagem Retroalimentada” 

Quando: 29 de julho a 26 de setembro de 2021

Onde: Solar do Barão (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533)

Horário: das 12h às 18h

Quanto: entrada gratuita